Ação da prefeitura evitou que pandemia ficasse fora de controle em Rio Branco

Em meio à ameaça da segunda onda de Covid no estado, com aumento significativo de casos em Rio Branco, é interessante lembrar que a pandemia só não tomou proporções catastróficas na capital por causa do trabalho coordenado da prefeitura de Rio Branco e do Governo do Estado.

Enquanto capitais como Manaus, Porto Velho, Belém sofreram surtos de COVID com caos no sistema de saúde, milhares de contaminados e somaram mais de mil mortes, Rio Branco conseguiu manter em condições operacionais seu sistema de saúde, com um atendimento efetivo tanto na prevenção, no atendimento precoce de casos leves e no tratamento dos doentes que apresentaram condições mais severas.

A prefeitura de Rio Branco se destacou ao tomar medidas corretas antecipando as condições de enfrentamento e adotando corajosas e necessárias medidas para incentivar o isolamento social, a mais eficaz recomendação dos especialistas em saúde pública.

A prefeita Socorro Neri, em sua gestão ampliou consideravelmente a rede de atenção básica, mesmo perdendo médicos cortados do programa Mais Médicos. Inaugurou cinco URAPs, levando a presença dos profissionais de saúde aos bairros, onde estabeleceu protocolos de atendimento aos primeiros sintomas da COVID.

Para evitar que centros de saúde, URAPs e hospitais ficassem sobrecarregados, instalou o serviço de Teleconsulta, atendendo de modo remoto os casos leves, além de outras condições clínicas não relacionadas à COVID.

Criou página específica sobre a doença no site da prefeitura, oferecendo informações imprescindíveis à população.

Socorro Neri trabalhou junto com o governo do estado, estabelecendo a primeira barreira de atendimento aos cidadão, dificultando a expansão do vírus.

Mesmo criticada por alguns setores, a prefeita Socorro Neri teve a coragem de adotar exigências sanitárias que impediram a explosão descontrolada do coronavírus.

O trabalho de saúde pública da prefeitura de Rio Branco foi decisivo na primeira onda da COVID, diminuindo o impacto. Espera-se que, em caso da segunda onda, a prefeitura mantenha esse bom atendimento.