Ações do governo contra a criminalidade ganham reforço com novas operações

Em reunião na manhã desta quinta-feira, 16, a governadora em exercício Nazareth Araújo e membros da cúpula do Sistema Integrado de Segurança Pública do Acre (Sisp) falaram sobre o reforço no combate à criminalidade com novas operações.

(Foto: Val Fernandes/Secom)

Só a primeira fase da Operação Papai Noel colocou de imediato 61 policiais militares e 21 viaturas a mais por dia na capital, além do efetivo já presente nas ruas. Além disso, toda noite, mais de 50 pontos em toda a cidade ganham policiamento com viaturas prontas para serem acionadas a qualquer momento.

Segundo o secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, “agora é necessário continuar com a mesma intensidade e com a mesma pegada. Nós não vamos sair da rua. É esse o recado que a gente quer deixar para a população. O crime é dinâmico e a segurança vai ser dinâmica para que a segurança pública prevaleça”.

Além da capital, a Operação Papai Noel iniciará na próxima semana no interior do estado, com um número maior de policiais militares nas principais vias das cidades e também nos bairros.

O comandante da Polícia Militar, coronel Júlio César, revela que toda a frota de caminhonetes da corporação foi reforçada, o que garantirá a melhoria dos serviços. “Estamos com o policiamento preventivo durante todo o dia nos pontos com maior circulação de pessoas, com viaturas para serem acionadas a qualquer momento tanto pela central como pela própria população”, afirma.

Além disso, a Polícia Civil também está unida à Polícia Militar durante as operações de forma integrada. O secretário Carlos Flávio Portela ressalta: “É importante estarmos aqui reunidos nos atualizando e com esse espírito de cooperação entre as forças de segurança pública. Com as polícias na rua, estamos investigando mais e passando maior sensação de segurança para nossa população”.