Acre caminha para 300 mortes por covid-19

Quase 11 mil infectados por covid-19, mas o estado contabiliza 292 mortes por causa da doença. Somente no dia de ontem 323 novos infectados e cincos óbitos nas últimas 24 horas, segundo o boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde do Acre (Sesacre). As mortes foram registradas nos municípios de Rio Branco, Capixaba e Epitaciolândia, sendo três mulheres e dois homens, com idades entre 53 e 83 anos.

O levantamento do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS) aponta que 195 pacientes continuam internados nas unidades hospitalizadas por conta das complicações clínicas, cerca de 5.940 pessoas estão curadas da doença e que apenas 334 amostras aguardam o resultado laboratorial do centro de Infectologia Charles Mérieux. Desde a chegada da doença no estado que já realizaram 25.685 notificações, sendo que 14.364 foram descartadas.

A primeira vítima era uma aposentada de 81 anos, que faleceu no último dia 13 no Pronto-Socorro de Rio Branco, a segunda tinha 83 anos, mas veio a óbito no último dia 11 na mesma unidade hospitalar, a terceira era uma moradora de Epitaciolândia que 71 anos, mas morreu no dia de ontem no Pronto-Socorro da capital acreana. A quarta vítima era um aposentado de 66 anos, que faleceu no último dia 5 deste mês, no Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (INTO-AC) e o quinto era um morador de Capixaba que tinha 53 anos, mas que veio a morrer no dia de ontem num leito da enfermaria da UPA do Segundo Distrito.

O boletim do DVS esclarece que dos cinco óbitos contabilizado no dia de ontem, pelo menos três casos ocorreram em datas anteriores, porque aguardavam resultado dos exames laboratoriais com a confirmação da doença. A capital acreana desponta com 208 óbitos, seguido de Cruzeiro do Sul que contabiliza 28 mortes. Epitaciolândia, Brasileia, Plácido de Castro e Porto Acre (6), Senador Guiomard e Assis Brasil (5), Rodrigues Alves e Feijó (4), Capixaba e Tarauacá (3), Acrelândia Santa Rosa do Purus e Sena Madureira (2), Bujari, Xapuri e Mâncio Lima (1). Apenas os municípios do Manoel Urbano, Jordão, Marechal Thaumaturgo e Porto Walter não registraram nenhuma morte.