Acre continua em bandeira vermelha e tem estado de calamidade em 10 municípios

Governo anunciou que devido ao crescimento do número de casos de Covid-19 e à sobrecarga do sistema público de saúde, todas as regionais do estado seguem no Nível de Emergência (Bandeira Vermelha). Foto: Dhárcules Pinheiro.

Após recomendação do Comitê da COVID, o governo decidiu hoje, (22) manter todas as regionais do Acre na bandeira vermelha. Em entrevista coletiva, representante do comitê e o secretário Alysson Bestene explicaram que o Alto Acre, o Juruá/Tarauacá/Envira e o Baixo Acre/Regional Purus ainda estão no nível de emergência, por conta da quantidade de casos de coronavírus, novas mortes e internações pela doença. O governo mantém a bandeira vermelha como opção para não decretar o lockdown.

O Diário oficial publicou decreto assinado pelo governador Gladson Cameli declarando Estado de Calamidade Pública nas áreas dos Municípios de Rio Branco, Sena Madureira, Santa Rosa do Purus, Feijó, Tarauacá, Jordão, Cruzeiro do Sul, Porto Walter, Mâncio Lima e Rodrigues Alves. Em função das enchentes.

No decreto, o governo considera a evolução gradual no desastre de inundação nos dez municípios, tendo atingindo seus níveis históricos em Sena Madureira, Cruzeiro do Sul, Tarauacá. Também avalia que a BR-364 foi comprometida em sua estrutura em diversos pontos devido à inundação e ao desmoronamento da encosta da rodovia, gerando o isolamento de Manoel Urbano, Feijó, Tarauacá, Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves e Mâncio Lima, o que veio agravar ainda mais a situação desses municípios. O decreto reconhece dois óbitos registrados até o momento devido à inundação, sendo um no município de Cruzeiro do Sul, um em Tarauacá.

Pelo decreto de calamidade pública, as autoridades administrativas e os agentes de defesa civil ficam autorizadas a penetrar nas casas, para prestar socorro ou para determinar a pronta evacuação e a usar de propriedade particular, no caso de iminente perigo público, assegurada ao proprietário indenização ulterior, se houver dano.

Além disso, o governador anunciou uma série de medidas tomadas e providências esperadas diante da situação emergencial em que o Acre se encontra. O Ace espera para amanhã a chegada do quinto lote de vacinas contra a Covid-19 ao estado. O governador confirmou também a abertura de mais leitos de UTI e a instalação de usinas de geração de oxigênio hospitalar.