Agentes penitenciários acham celular dentro de bife

Uma mulher, de 34 anos, foi presa no domingo 19, quando tentava entrar com bifes recheados com peças de celular na unidade de segurança máxima Antônio Amaro. A suspeita foi presa e encaminhada para a Defla.

BIFE NA MARMIT

De acordo com informações de um agente penitenciário, as peças do celular foram descobertas quando os agentes passaram um detector de metais nos alimentos que eram trazidos em uma marmita.

Segundo o agente, ele contou que se não tivesse o detector metais, talvez eles não teríamos encontrado o as peças nos bifes. Ele conta também que a marmita erra para um preso que seria integrante de uma facção criminosa.

O agente ressalta ainda que a suspeita foi liberada após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). A recepcionista deve perder a carteirinha de visitas e só poderá voltar a visitar qualquer preso após um ano. Com informações do G1.