Bestene e partidos da base criticam escolha do governador

O deputado do José Bestene (PP) declarou na noite de ontem, a respeito do apoio anunciado pelo Governador Gladson Cameli à prefeita Socorro Neri nas eleições municipais, que o governador foi precipitado e que agiu sem consultar seu partido e sua base parlamentar e de governo. O deputado diz temer problemas na manutenção da base do Governo na Assembleia Legislativa, visto que esta decisão poder solidificar o afastamento dos três deputados do MDB que já têm atuação independente e ainda dos dois deputados do PSDB. Para o deputado, isso pode afetar a governabilidade.

Bestene ressalta que essa foi uma decisão pessoal do Governador, que prescinde e não representa a posição do partido que, segundo ele, permanece unido dentro do processo natural que caminha para a candidatura de Tião Bocalom. Bestene acredita que o processo político da definição da candidatura do PP foi atropelado pelo Governador e que isso trará desdobramentos. Para o deputado este fato não ocorreria se o governador tivesse, desde o início, buscado um nome de consenso dentro do partido e de sua base aliada, que pode ficar inteiramente dividida nas eleições

Analisou que em sua opinião, o pico da pandemia do coronavírus no estado já passou e que isso representará um desafio extra para o governo, porque as perspectivas econômicas, de arrecadação e de receita sofrerão impactos sérios. Para ele, seria o momento de construir um amplo entendimento na base para facilitar a travessia do que ele considera tempos difíceis à frente.

Bocalom

O candidato já lançado pelo PP, Tião Bocalom, evitou dar declarações públicas a respeito do apoio do governador à prefeita. Entretanto, em um gesto pleno de significados posou para fotos de campanha e de divulgação ao lado da sua virtual candidata a vice-prefeita, a esposa do senador Sérgio Petecão, Marfisa Galvão. O senador Sérgio Petecão (PSD) disse que respeita a decisão do Governador, mas seguirá junto com o seu partido, o PSD, no apoio a Bocalon

O anúncio do governador reforçou a intenção do PT de promover no próximo sábado o lançamento da candidatura do deputado estadual Daniel Zen à prefeitura, que se posicionará como candidato de oposição.

O PSDB, por meio do vice-governador Rocha declarou que é o direito do governador escolher seu caminho, mas que o partido seguirá firme com a campanha de Minoru kinpara. Nos bastidores, cresceram os rumores da possibilidade de um acordo entre o PSDB e o PMDB para as eleições municipais.