Bloqueio do Fies não prejudica alunos acreanos

escola-escolas-aluno-alunos-faculdade-enem-prova-estudo-professor-aula-sala--ehfkv418582

Representantes das faculdades privadas do Acre participam de ato pela liberação de recursos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), em Brasília. As instituições informaram que os alunos conseguiram efetivar a matrícula mesmo com falta de renovação dos contratos.

A diretora comercial da Uninorte, Indira Kitamura, explicou que os estudantes não serão prejudicados e que a instituição aguarda a votação no Congresso para que os recursos sejam encaminhados.

“No Brasil, cerca de 1.600 instituições aguardam a liberação dos repasses. A Uninorte é uma delas. No entanto, nenhum dos alunos da instituição foi prejudicado por ausência do aditamento. Pois, todos os beneficiados pelo programa encontram-se matriculados, aguardando a liberação de renovação (aditamento) dos contratos do Fies”, afirmou a diretora comercial.

Em janeiro deste ano, 57% dos alunos da Uninorte utilizavam o Fieas para garantir os estudos.

Na Fameta, o total de universitários que utilizam o Financiamento Estudantil também ultrapassa os 50% do total de mais de 3,4 mil pessoas matriculadas.

Indira Kitamura disse que dois milhões de estudantes que participam do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) em todo o Brasil.

O atraso no pagamento de taxas bancárias entre o governo federal e os Bancos do Brasil e Caixa Econômica Federal impediu o desbloqueio do sistema para o aditamento das matrículas. O motivo da falta de quitação seria a necessidade da União em aguardar a aprovação por parte do Senado do projeto que garante a suplementação de verbas para o pagamento de mais de R$ 700 milhões as instituições bancárias.