Bocalom e Socorro Neri iniciam transição e prefeito eleito insiste em auditoria

O prefeito Eleito de Rio Branco, Tião Bocalom, volta na palavra e aceita montar equipe de transição. Ele se reuniu na manhã dessa quarta-feira com a prefeita Socorro Neri, para acertar os detalhes das equipes que durante esse mês de dezembro vão atuar em levantar os dados sobre a vida financeira e administrativa do município.

Para Justificar a mudança de opinião, Bocalom, disse que ficou sabendo de uma normativa do Tribunal de Contas do Estado, que pede que o gestor que sai do poder passe todas as informações inerentes a administração, e quem, está entrando monte uma equipe para receber todos esses dados. “Não sou muito a favor da transição, mas como existe um norma decidi obedecê-la, por isso vamos participar ativamente da transição sem nenhum problema”, alegou.

A prefeita Socorro Nery, colocou os secretários de planejamento, finanças, casa civil e procuradoria para repassar todos os projetos e programas da prefeitura. Neri, garante que Bocalom, vai receber a gestão sem dívidas e com sado em conta e alguns projetos como a construção da sede da previdência do município e o projeto de iluminação pública de led os recursos vão ficar em conta. “Vamos entregar uma prefeitura enxuta, sem nenhum débito, imposto e taxas a pagar. Tudo ser repassado com detalhes para ajudar a próxima administração”, garantiu Neri.

Um problema comum que geralmente acontece na troca de prefeitos, é que alguns serviços param como a coleta de lixo, e, geralmente, o contrato acaba no dia 31 de dezembro e quem entra precisa buscar uma saída urgente.

Entre os projetos repassados, Bocalom, disse que vai analisar o contrato para a instalação das lâmpadas de LED. A prefeita disse que já concluiu 60% do contrato e os outros 40% ficará por conta da nova gestão, mas Bocalom, prometeu que não coloca uma só lâmpada antes de fazer uma auditoria.