Bolsa pode ser cancelada para mais de mil famílias

bolsa_familia01

Quem está há mais de dois anos sem fazer a revisão ou que recebeu aviso no extrato de pagamento do Bolsa Família tem até esta sexta-feira, 11, para atualizar seu Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal (CadÚnico). Os beneficiários que não atenderem ao chamado, correm o risco de ter o benefício de transferência de renda bloqueado no mês de janeiro de 2016.

De acordo com a Secretaria Nacional de Renda de Cidadania (Senarc/MDS), foram convocadas para se recadastrar mais de mil famílias em Rio Branco referente ao ano de 2015. Na capital acreana o trabalho de mobilização e atendimento às famílias para a conclusão do processo de revisão e averiguação cadastral é mantido pela Prefeitura de Rio Branco.

A revisão de dados dos beneficiários do Bolsa Família é um processo obrigatório e acontece todos os anos. O Cadastro Único é utilizado pelo governo federal para identificar potenciais beneficiários de programas sociais como o Bolsa Família, Projovem Adolescente/Agente Jovem, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) e a Tarifa Social de Energia Elétrica, entre outros. Além disso, o CadÚnico é utilizado para conceder a isenção de pagamento de taxa de inscrição em concursos públicos, no âmbito do Poder Executivo Federal.

O Bolsa Família tem como público alvo famílias em situação de extrema pobreza, com renda mensal de até R$ 77,00 por pessoa, tendo elas filhos ou não. Também têm direito ao programa famílias com renda mensal, por pessoa, entre R$ 77,01 e R$ 154,00 e que tenham crianças e adolescentes com idade entre zero a 16 anos incompletos, gestantes ou nutrizes (mães que estão amamentando).