Caixa libera R$ 390 mi, para beneficiários acreanos do auxílio emergencial


publicidade

A superintendência regional da Caixa Econômica Federal (CEF) creditou cerca de R$ 390 milhões para os beneficiários acreanos do auxílio emergencial do governo federal, (que corresponde por 0,5%) do total nacional que chegou em torno dos 58,6 milhões de brasileiros, contemplados com a liberação de R$ 76,6 bilhões.

De acordo com a assessoria da Caixa, aqueles que recebem o Bolsa Família, a avaliação de elegibilidade foi feita de maneira automática, pois os beneficiários do programa que tiveram o direito ao auxílio emergencial reconhecido pelo Ministério da Cidadania recebem o valor da ajuda no mesmo dia do calendário e forma do benefício regular.

Em contrapartida, os cidadãos inscritos no CadÚnico até o dia 20 de março deste ano que cumpriram os requisitos legais, mas que não faziam parte do Programa Bolsa Família (PBF) também foram contemplados com o pagamento do benefício. A liberação dos recursos disponibilizados pelo Ministério levou em conta o calendário de pagamento escalonados disponibilizados pela Caixa, ou por crédito na Poupança Social Digital da Caixa, ou conta poupança na Caixa ou no Banco do Brasil (BB).

Para o restante do público do auxílio emergencial, o banco disponibiliza o aplicativo Caixa Auxílio Emergencial e o site auxilio.caixa.gov.br para cadastramento e acompanhamento das solicitações do benefício. A solicitação pode ser registrada até o dia 03 de julho deste ano, as informações serão coletadas por estes canais para serem enviadas à Dataprev para avaliação dos requisitos previstos na lei.

A linha de crédito disponibilizada pela Caixa em parceria com o Sebrae para microempreendedores individuais e micro e pequenas empresas chegou a casa de R$ 1 bilhão contratado, com mais de 12,6 mil contratos firmados desde seu lançamento em 20 de abril. Nesta modalidade, são utilizadas as linhas de crédito do banco e as garantias complementares são concedidas pelo Sebrae por meio do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe), tendo os empresários as vantagens de poderem usufruir de uma plataforma de crédito assistida e prazo de carência de 12 meses para começar a pagar.

Orientação – Para ter acesso à linha de crédito é necessário realizar o tutorial do Sebrae com orientações e informações sobre como utilizar o crédito. Após realizar o cadastro e assistir ao tutorial no site do Sebrae, a empresa deve preencher um formulário no site: www.caixa.gov.br/caixacomsuaempresa e solicitar interesse pelo crédito. Um gerente entra em contato com a empresa por telefone para ofertar o pacote de soluções financeiras do banco, com as taxas de juros reduzidas, gerenciador financeiro virtual e acompanhamento empresarial pelo Sebrae.

Os donos de micro e pequenas empresas serão acompanhados ao longo de todas as fases da operação, por meio da oferta de capacitações e soluções adequadas às necessidades de cada empreendedor e ao estágio em que ele se encontra no processo do crédito, possibilitando uma melhor gestão dos recursos e um preparo mais adequado da empresa para o mercado. (Com informações da assessoria da Caixa)