Coluna Acre em Foco

Léo de Brito

         Quem brilhou ontem na CPI da Petrobras foi o deputado federal Léo de Brito (PT-AC), que falou em nome da liderança do PT e pediu para os deputados da comissão tomarem cuidado com os pré-julgamentos e com a seletividade.

Operação G-7

         Como exemplo da precaução aos parlamentares da CPI o deputado petista falou do caso da Operação G-7 do Acre, que fez um grande estardalhaço, prendeu gente do governo e muitos empresários, e está quase encerrada pela Justiça Federal por falta de provas.

Seletividade

         Segundo Léo de Brito, a seletividade vem sendo praticada contra o seu partido, o PT, que recebeu doações legais das empresas da Operação Lava Jato como outros partidos, como PSDB, PMDB e PP, mas é único a que atribuem recebimento de propinas.

Raimundo Angelim

         O coordenador da bancada federal do Acre, deputado Raimundo Angelim (PT-AC), se posicionou absolutamente contrário à tentativa que estão fazendo no Congresso Nacional de aprovar a PEC que reduz a maioridade penal no país.

Mais vítimas

         Repudiando o tema da PEC, Angelim diz ser gritante a fragilidade dos argumentos que sustentam a referida PEC. “Não vamos resolver a questão da segurança no país penalizando os jovens, que são mais vítimas do que autores da violência”.

Cobrar do governo

Segundo o coordenador da bancada acreana, o que todos precisam cobrar é o cumprimento por parte do governo federal da implantação do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo, bem como o fortalecimento do SUAS através da estruturação dos CRAS e dos CREAS.

César Messias

Já o deputado federal César Messias (PSB-AC) enalteceu a distribuição pelo governador Tião Viana das primeiras mudas de abacaxi e banana da Biofábrica Clones da Amazônia para um produtor do município de Capixabá. A fábrica pode gerar até um milhão de mudas por ano.

Sibá Machado

         O líder do PT na Câmara dos Deputados, deputado Sibá Machado (PT-AC) participou ontem de audiência com o ministro do Planejamento, Nélson Barbosa para tratar da reestruturação salarial e de carreira dos agentes da Polícia Federal.

Agentes agradecem

         Na rede social, o internauta Diógenes Oniluap elogiou a iniciativa do deputado Sibá Machado dizendo que “os agentes federais do Brasil agradecem por mais essa exitosa interlocução com o governo, após anos de uma atribulada campanha de modernização da segurança pública do país”.

Joaquim Levy

         O ministro da Fazenda, Joaquim Levy afirmou ontem, em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal, que o governo propõe que a regulamentação da mudança do indexador das dívidas dos estados e municípios aconteça somente em 2016.

Começo do ano

“A proposta é que a regulamentação da lei fosse feita no começo do ano que vem. A ideia é se completar a regulamentação até primeiro de fevereiro de 2016. Neste momento, teremos certeza do cumprimento da meta (de contas públicas) para este ano”, assinalou Levy.

Sonhos que temos

O ministro da Fazenda também destacou que só conseguirá “saber se o Brasil conseguiu evitar uma dificuldade e que estamos finalmente na rota do crescimento com a possibilidade de realizarmos os sonhos e desejos que todos temos”.