Coluna Acre em Foco

Mudança no ICMS

O Portal G1, da Globo.com, destacou ontem a notícia de que o governo do Acre quer mudar as regras de arrecadação do ICMS, com o governador Tião Viana (PT-AC) apresentando para os empresários locais a proposta de ajuste fiscal, que foi enviada para Assembleia Legislativa do Acre (Aleac).

Cálculo presumido

Segundo o portal, o projeto de lei deve ser votado nos próximos dias e a expectativa é que, caso seja aprovado, entre em vigor já no dia 1º de outubro deste ano. Atualmente o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é pago com antecipação pelo cálculo presumido.

Corrigindo distorções

Caso o ajuste seja aprovado pelos parlamentares, esse pagamento será feito pela apuração, ou seja, o imposto será pago pelo que for gasto pela empresa. Na maioria dos produtos, o cálculo chega a 17% do valor comercializado. Para o governador Viana, a alteração deve corrigir algumas distorções.

Assalto em escola

Outro destaque do Acre dado pelo Portal G1, da Globo.com, foi o vídeo que mostra o assalto que dois homens, armados de faca, fizeram a um grupo de 10 estudantes dentro da Escola Craveiro Costa, em Cruzeiro do Sul, que fica situada no bairro Remanso, considerado violento.

Câmera de segurança

O vídeo transmitido pelo portal da Globo.com é a gravação feita pela câmera de segurança da escola, que registrou toda a ação da dupla e mostra o desespero das 10 alunas tentando correr diante da ameaça feita pelos dois bandidos de que iriam cortá-las de faca.

Petistas em Salvador

Os deputados Leo de Brito e Sibá Machado postaram ontem nas redes sociais fotos de suas participações no 5º Congresso Nacional do PT, que estará acontecendo até hoje em Salvador (BA), com as presenças de centenas de filiados, militantes e simpatizantes da partido, além da presidenta Dilma e do ex-presidente Lula.

Arrecadar fundos

Ontem, com a presença de Lula, o partido lançou a campanha para arrecadar fundos para a legenda. No segundo dia de atividades do 5º Congresso Nacional do PT, em Salvador, o ex-presidente, que fez a primeira doação simbólica, pediu que a militância petista volte a fazer contribuições financeiras para o partido.

Obrigação do militante

“O partido tem que ter consciência que um verdadeiro militante do PT precisa ter a obrigação de dar pequena contribuição ao seu partido. Porque se ninguém dá, se deputados querem reduzir sua participação, se funcionários em cargo de comissão não querem dar, quem vai dar?”, indagou Lula.

 

Coerência petista

A iniciativa ocorre após o presidente do partido, Rui Falcão, ter reafirmado durante a abertura do congresso, que o partido não receberá mais doações de empresas para ser coerente com o posicionamento contrário ao financiamento empresarial de campanhas e favorável ao financiamento público exclusivo.

Apoio da militância

Na abertura do evento, na quinta-feira à noite, a presidente Dilma Rousseff falou a todos os presentes que o governo teve a coragem de fazer os ajustes fiscais e pediu a todos os militantes que apoiem as medidas e ajudem a defender sua gestão de críticas.

Críticas internas

Segundo Dilma, as mudanças na economia não reduzem o compromisso do governo com as causas defendidas historicamente pelo partido. O ajuste fiscal, idealizado pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, foi alvo de críticas internas no PT e algumas medidas tiveram votos contrários de deputados e senadores do partido.