Coluna Bom Dia

Terremoto

O Acre viveu alguma coisa muito próxima de um terremoto político ontem. O governador Gladson Cameli aproveitou uma visita às obras do Shopping Popular para declarar de público seu apoio à reeleição da prefeita Socorro Neri. Não foi apenas uma posição protocolar. O governador rasgou elogios à prefeita, que parecia não esperar por tal declaração, naquele momento. O apoio ficou Irreversível e isso impactou profundamente o arranjo político para a sucessão municipal na capital.

Enfático

“Eu preciso de pessoas que nem ela, que tenham essa determinação, essa paciência de executar e valorizar. A gente precisa estar junto”. Essa foi uma das frases do Governador, de grande Impacto político. Ele ainda disse que “Por que eu não posso te apoiar? Tem algum problema? Eu que tenho que querer, meu coração que tem que querer. Por que eu tenho que estar escondendo? Alguém vai achar ruim? Eu tenho que combinar com o povo que me elegeu. Quem quiser ser candidato que seja e vá atrás do voto”.

Dinamite

A declaração foi um abalo sísmico ou uma monstruosa carga de dinamite na base aliada do governador. Todos já sabiam da predileção de Gladson por Socorro Neri, mas não acreditavam que ele fosse externar de público, de repente, e sem combinar. cm os aliados. Isso prova que tem muita gente que não conhece o governador. A prefeita Socorro Neri definiu bem: O governador é muito espontâneo, age na emoção, mas com fortes doses de razão. E tem o que se chama de feeling, a exata noção do momento certo,

Goela abaixo

O PP considerou que poderia estruturar a campanha de Bocalon e jogá-la goela abaixo do Governador, que ficaria diante de um fato consumado, sem ter alternativa. Não é o temperamento de Gladson. Sua escolha é politicamente inteligente e eleitoralmente viável. Mostrou que não vai ficar refém de nenhum grupo nas eleições e que ele próprio decidirá seus caminhos.

Insatisfeitos

Quanto à possibilidade de rompimento na base aliada, o governador domina uma arma que tem se mostrado infalível: o Diário Oficial, Quem quiser romper, que assuma as consequências. Gladson tem se mostrado Implacável em governar com o diário oficial das mãos. O MDB já sentiu a força de sua caneta.

Tranquila

A prefeita Socorro Neri reagiu com tranquilidade. Considerou o apoio público como fundamental na definição de sua candidatura, mas evitou grandes gestos políticos, ainda presa aos compromissos que ela mesmo traçou, da prioridade ao enfrentamento da pandemia. Mas reconheceu a importância do gesto do Governador, que pode ser decisivo em sua campanha.

Ataques

A prefeita vem sendo vítima de ataques impiedosos nas redes sociais, principalmente gente exigindo a reabertura do Comércio. Tentaram até jogá-la contra o governador, afirmando de forma absurda que ela não teria aderido ao plano estadual Convivendo com a Covid. Nada mais falso. A prefeita está seguindo rigorosamente o protocolo que dá o poder de decisão aos municípios, que nada podem fazer diante da classificação do Estado inteiro como zona vermelha

Cunha

Também na Assembleia, deputados de vários partidos se revezaram em acusar ora a prefeita, ora o governador. O deputado Roberto Duarte, usando a tribuna virtual como palanque eleitoral, defendeu a reabertura do comércio na manhã de ontem. À tarde foi surpreendido com o maior número de mortes já registrado no estado. Abrir o que?  E como?

Candidatos

Tião Bocalom não deu declarações públicas, mas tirou fotos junto com sua virtual candidata a vice Marfisa Galvão. Sua posição nunca foi tão estranha. Ele é semi-oficialmente candidato de um partido cuja liderança maior no estado não declarou apoio a ele. Mais uma para o currículo de complicações que são a marca registrada de Tião Bocalom

Boatos

Foi só o governador declarar apoio a Socorro Neri que voltaram a circular fortes boatos de que o PSDB e PMDB poderiam se unir na capital. Os dois partidos desmentiram, mas fica a impressão de que onde há fumaça, geralmente tem fogo

PT

Quem ficou em posição mais tranquila foi o PT. Agora o partido pode se posicionar sem problemas políticos como de oposição, tanto em relação à prefeitura, com quem rompeu, como com o Governo do Estado. O partido definiu a candidatura do deputado Daniel Zen

Shopping

O alvoroço político acabou deixando em segundo plano a importante visita da prefeita e do governador às obras do Shopping Popular. Finalmente parece que a obra será entregue em pouco tempo. Mais uma novela que vai terminar no Acre.

Eleições

O Senado aprovou ontem emenda mudando a data das eleições. O projeto ainda precisa passar pela Câmara Federal, mas traz novidades importantes. O primeiro turno acontecerá dia 15 de novembro e o segundo dia 29 do mesmo mês. Em cidades ou estados em que ainda prevalecer o surto de COVID nessa época,  poderá haver adiamento por ofício, seja pelo TSE seja pelos tribunais regionais. A data limite para a realização das eleições é 27 de Dezembro

Convenções

O projeto reabriu o prazo para desincompatibilização de pessoas que quiserem se candidatar, Ou seja, ainda dá tempo de aparecerem candidatos. As convenções serão realizadas entre 31 de agosto e 16 de setembro. Isso quer dizer que  muita água ainda vai rolar debaixo das pontes do Rio Acre

Tragédia

Não dá para entender como tem gente defendendo a abertura da economia, no mesmo dia em que 16 acreanos perderam a vida para a covid e que há problemas de fornecimento de leitos em todo estado. A doença se espalha para o interior e, em Cruzeiro do Sul, e cidades da regiçao já são 41 mortes. Tem gente brincando com a vida humana

Insidiosa

Na verdade nem os especialistas conseguem ainda entender os mecanismos de ataque dessa doença. Pacientes que na avaliação do início dos sintomas são tidos como frágeis e especialmente vulneráveis, sobrevivem. Outros em plena forma física e sem comorbidades acabam falecendo. Nao há lógica.

Politicagem

Para os que defendem a reabertura, é bom lembrar que terão que assumir depois ou quem sabe até antes das eleições o fardo das mortes que recaírão sobre suas palavras. Não se brinca com a vida humana

Resgate

Houve que lembrasse ontem uma declaração do governador Gladson Cameli que pode explicar esse rompante com que ele declarou o apoio a prefeita Socorro Neri. Por várias vezes, Gladson repetiu que ninguém lhe põe cabresto. Ou seja, ele não é dirigido, ele dirige.

Posição

Será que o PP vai estar unido contra a posição do governador? Pelo menos uma liderança não vai ter razão para isso. A senadora Marilza Gomes recebeu a garantia do apoio do Governador para sua cunhada Rosana Gomes à prefeitura de Senador Guiomard. Será que a senadora trocaria o apoio para carregar uma candidatura contra o governador:

Festa

A Polícia Federal encontrou mais de 50 obras de arte de alto valor no apartamento mantido em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, pelo secretário de saúde do Pará, implicado no escândalo de desvio de dinheiro da pandemia. É tão absurdo que chega a doer nos nervos.

Lá e cá

Esses escândalos da Saúde não passarão em brancas nuvens no Acre. Pelo menos sete pessoas estão sendo investigadas e pode haver notícias a qualquer momento

Trânsito

A Câmara Federal aprovou substantivo para o Código Nacional de Trânsito, que aumenta a validade da carteira de habilitação e vincula a suspensão do direito de dirigir, de acordo com a gravidade da infração. Amanhã os destaques serão debatidos, entre eles o uso da cadeirinha, que o governo quer retirar da obrigatoriedade.