Coluna Bom Dia

Amarelo

O Acre avança para a fase amarela, de alerta para os casos de Covid-19. Tudo com muita segurança, seguindo os preceitos médicos e científicos, sem precipitação. Essa postura mostrou que a pressão dos vários setores inconformados com o isolamento social, tinha mais caráter político e ideológico do que técnico e centrado na realidade. O avanço só ocorreu porque a ocupação das UTIs no Estado caiu para 44%. É dessa forma que é correto fazer.

Abertura

Na fase amarela, algumas atividades começam a ser permitidas, como o funcionamento de restaurantes e lanchonetes. Também as igrejas passam a poder usar 30% de sua capacidade, mas é preciso extremo cuidado, para que não haja excessos e descumprimento da norma. Essas recomendações não podem fazer o isolamento social virar a casa da mãe Joana. Todos são responsáveis.

Agravou

O estado de saúde da deputada Meire Serafim, vítima da Covid-19 e ao mesmo tempo da dengue, se agravou e ela precisou ser transferida em UTI aérea para São Paulo, onde receberá tratamento especializado. O esposo, o prefeito Mazinho Serafim, também está com graves sintomas da dengue e acompanhou a esposa para tratamento na capital paulista.

Torcida

Como diria o saudoso jornalista Zé Leite, a oposição em Sena Madureira está ajoelhada fazendo Novena a Nossa Senhora da Glória, que marca a religiosidade no Acre essa semana ou nos templos recém abertos, orando para a pronta recuperação do prefeito Mazinho Serafim, amplo favorito na disputa municipal deste ano.

Escândalo

A coluna de ontem foi assunto em reunião do Ministério Público Estadual hoje. Foi aberto um inquérito para apurar o festival de irregularidades na prefeitura de Plácido de Castro, com o prefeito Gedeon de Souza Barros. A situação é escandalosa pelo descaso absoluto do prefeito pelos preceitos legais e sua recusa em cumprir a legislação que o obriga a prestar contas.

Condenação

O prefeito voltou a ser condenado pelo Tribunal de Contas. Ele está batendo o recorde de condenações em multas e acórdãos efetivados contra sua gestão. Nunca se viu o que está acontecendo em Plácido de Castro. Se bem que é normal naquele município prefeitos enfrentarem a justiça por desvios e malversação dos recursos do município.

Inelegível

O prefeito Gedeon deve encabeçar a nova lista de políticos fichas sujas emitida pelo Tribunal de Contas do Estado e que deve sair ainda este mês. Aí a sua inelegibilidade terá que ser declarada pelo Tribunal Regional Eleitoral. Eleito com promessas de austeridade e de resgatar a moralidade da Prefeitura de Plácido de Castro, Gedeon termina o mandato como vilão, condenado por seus atos ilegais.

Saiu

O governador Gladson Cameli confirmou a saída do Progressistas disse ainda que recebeu o convite do PSDB, mas não vai marcar ainda a data de filiação ao novo partido. O governador está sendo aconselhado a permanecer sem partido durante a campanha municipal e ficar livre no apoio declarado à reeleição de Socorro Neri em Rio Branco.

 Solução

Após aconselhamento jurídico o governador Gladson Cameli não rompeu totalmente com o Progressistas. Ele encaminhou carta ao diretório municipal pedindo seu afastamento por tempo indeterminado. Foi a solução aconselhada ao governador e deixa claro que Gladson Cameli não vai se filiar a outro partido por agora.

Influência

Esta posição tem a influência do chefe do gabinete civil, Ribamar Trindade, que reassumiu suas funções a todo o vapor, se responsabilizando pela interlocução política do governo, Com isso, perde força a influência, que já era pouca, do grupo dos “capa pretas”, políticos sem mandato que tinham, em tese, o dever de fazer articulação política do governo, mas que pouco conseguiram além da fofoca e da intriga.

Não permitirá

O governador declarou ontem que não permitirá de forma alguma o uso da máquina pública em benefício de qualquer candidatura. Deixou bem claro que quem quiser abraçar algum candidato deve entregar seu cargo. É permitido o apoio, mas sem comprometer a administração pública em ações eleitoreiras. Está certo o governador.

Pesquisa

Os resultados parciais da pesquisa encomendada pelo governo mostram que a aceitação de Gladson Cameli na Capital nos índices de bom e ótimo superam os 60%. Somando o regular, estaria acima de 80%. Isso reforça a posição do governo em comandar a sucessão em Rio Branco. Os números do interior ainda são aguardados.

Polícia

Ontem, o governador mudou toda a cúpula da Polícia Civil no Acre, exonerando os cargos que estavam ligados ao ex-delegado geral. Com essa medida, saíram dos cargos de confiança os aliados do vice-governador Rocha. Não se sabe a extensão que este gesto terá nas relações do governador com o vice, que já andam abaladas pelos comentários da deputada federal Mara Rocha. O vice-governador já declarou que não tem influência mais sobre o setor de Segurança Pública do Estado.

Operação

O Ministério Público e a polícia desencadearam operação na Cidade do Povo e bairros próximos para desarticular o esquema financeiro de extorsão da facção Bonde dos 13, que era comandado por mulheres. A operação mostra o duro combate ao crime organizado.

Equivalência

Mais uma vez, a coluna chama a atenção de que é preciso equivalência. Uma operação contra o Bonde dos 13 ou o PCC precisa ser em seguida de uma ação firme contra o outro lado do crime, o Comando Vermelho para que a ação policial não acabe significando o fortalecimento de uma facção em vista da fragilidade das outras.

Incêndio

A população de Sena Madureira se revoltou com a ação de um bando criminoso que, além de assaltar um casal de colonos, pôs fogo em uma escola rural na tentativa de fuga. Foram presos e, como sempre, havia um adolescente no meio da quadrilha, sendo treinado para o crime.

Articulação

O governador desistiu de viajar a Cruzeiro do Sul, para participar do novenário de Nossa Senhora da Glória e permanece na Capital, em articulações políticas no final de semana de feriado e ponto facultativo. A prefeita Socorro Neri, que iria a Brasília, para um encontro do PSB, também desistiu da viagem e vai ficar na capital.  Com certeza, vai conversar com Gladson Cameli.

Conversa

O pré-candidato deputado Daniel Zen teve uma longa conversa com o ex-prefeito Marcus Alexandre, que vai participar de sua campanha e fez fartos elogios ao candidato.  A proposta é fortalecer a candidatura petista na Capital.

Empregos

A prefeitura de Rio Branco está fazendo concurso simplificado para a contratação imediata de 120 profissionais diversos, para atender às necessidades da rede básica de saúde, no combate ao Covid-19. A eles se somam as 340 contratações de professores, que serão feitas pelo governo do Estado e anunciadas pelo secretário de Educação, Mauro Sérgio. Com isso são quase 500 novas vagas, 500 pais e mães de família empregados.

Estudantes

 Na pesquisa que a Secretaria de Educação realizou com estudantes e seus pais, foi identificado que 53% dos alunos do 3º ano do ensino médio querem a volta das aulas. Eles justificam a vontade alegando a preparação para o Enem, que acontecerá em janeiro e também por causa da merenda escolar.

Merenda

Aliás, a merenda escolar é uma das razões pelas quais estudantes e suas famílias desejam a volta às aulas. Apesar da distribuição dos kits alimentação pelo governo do Estado, a merenda escolar ainda é uma necessidade básica para a complementação nutricional de milhares de crianças e jovens no Acre.

Habeas corpus

O desembargador Pedro Ranzi negou o habeas corpus impetrado pela defesa de Tião Fonseca, ex-diretor do Depasa e que está preso preventivamente. Com essa decisão, ele permanece na Delegacia da Sobral e seus advogados vão recorrer ao STJ, em Brasília.