Coluna Bom Dia

IDEB

O resultado do Ideb trouxe excelentes notícias para o Estado, tanto para a Secretaria Estadual de Educação como para a prefeitura de Rio Branco. O Acre pode comemorar. Está no caminho certo parar recuperar o atraso atávico em que se encontrava há alguns anos.

Primeiro lugar

O Acre obteve a primeira colocação entre os estados da região Norte e a segunda colocação, quando se une a região Norte com a Nordeste, nos primeiros anos do ensino fundamental. O Estado superou as metas que estavam traçadas para 2019 e alcançou um dos melhores índices de incremento das práticas educacionais no país.

Colocação

O Acre, que até há alguns anos era considerado o pior ou um dos três piores Estados brasileiros na área de Educação, na análise completa do Ideb relativa a 2019, já deixa para trás 16 Estados, inclusive Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul e está muito perto de Minas Gerais e Mato Grosso.

Nível

Na educação básica o Acre alcançou o nível médio do Brasil, o que parecia um sonho há alguns anos.

Avaliação

Nós anos finais do ensino fundamental e também no ensino médio a progressão foi ainda maior, chegando a 2,7 pontos dos índices, muito mais do que o previsto. É muito, em se tratando do Ideb e mostra que o Estado está no caminho certo.

Opinião

Especialistas em Educação e professores consideram que as causas desta grande melhoria devem ser creditadas ao secretário de Educação Mauro Sérgio, à disposição e apoio fundamentais do governador Gladson Cameli e à vontade e garra de toda a equipe técnica e pedagógica .

Lema

Não é à toa que o lema do secretário Mauro Cruz é “A escola com bom ensino é o caminho para transformar a sociedade”. O Acre está provando o que é isto é possível.

Ensino municipal

A prefeita Socorro Neri também tem muito o que comemorar com os resultados do Ideb. Na primeira avaliação que levou em conta o trabalho de sua gestão Rio Branco saiu-se muito bem. Passou do terceiro para o segundo lugar no ranking das Capitais brasileiras com melhor em ensino fundamental nas primeiras séries, que são de cidade do município . Ultrapassou a capital do Tocantins e se aproximou ainda mais da Capital líder, que está no posto há quatro anos, Teresina, no Piauí.

Modelo

E ainda pode comemorar que a Escola Chico Mendes foi selecionada como uma das melhores do país. A prefeita Socorro Neri fez jus à sua formação de educadora e aperfeiçoou ainda mais os resultados apresentados por Rio Branco. Mostrou que era uma falácia a ideia de que só seus antecessores seriam capazes de bons resultados na área do ensino. Implantou seus métodos, universalizou o acesso à creche e pré-escola e está obtendo extraordinários resultados. Para calar seus críticos.

Homenagem

Quando o Acre como um todo e a prefeitura de Rio Branco se destacam nos índices do Ideb, é preciso lembrar e destacar também a ação de Moisés Diniz, que foi secretário municipal de Educação, ajudou nessa performance da prefeitura e hoje está como subsecretário no Estado, também com trabalho exemplar.

Nas redes

As redes sociais estão surtando no Estado com a política. Tem de tudo. A saída do PC do B de última hora da coligação da prefeita Socorro Neri foi um dos principais assuntos ontem. Interessante é que as maiores críticas vieram de adversários que não querem nem pintado de azul o PC do B do lado deles.

Crítica

As mesmas pessoas que criticavam a prefeita por ser comunista, que subiam hashtags contra a prefeita na esquerda, por estar ao lado do PC do B, por ser vermelha, como ressaltou o candidato Roberto Duarte, são os primeiros a criticar quando ela não se coliga com o PC do B, que deixa a coligação. Talvez por estragar essa linha de ataques que os adversários tantos gostam.

Sem ingratidão não

Mais cômico foi ver o candidato petista Daniel Zen declarar que a prefeita foi ingrata, que traiu o PC do B, partido que recusou a coligação com seu PT. Ele sim, foi abandonado pelos comunistas. Agora ele até deseja estender um tapete bem vermelho para o PC do B voltar a sua claudicante coligação.

Comentário

Um internauta comentou e teve sua postagem censurada depois, o que o PT reclama que a coligação de Socorro não quis o PC do B, mas o próprio PC do B não quis o PT. Ontem, durante todo o dia, emissários petistas procuraram lideranças do PCdoB para assentar a coligação, mas a tendência do partido era até à noite de ontem, era o lançamento de candidatura própria.

Historinha

Uma historinha para explicar algumas coisas. Há anos atrás, em uma campanha eleitoral, o então candidato Gladson Cameli cobriu o bairro da Sapolândia de cartazes nas casas de correligionários. No outro dia, a também candidata Perpétua Almeida foi lá e retirou todas as placas de Gladson. Mas foi flagrada no ato pelo então candidato. 

Luz

Na mesma noite, deu uma tempestade que derrubou todos os postes de luz da região. No outro dia, Gladson mandou uma equipe por conta própria para recuperar todos os postes e a fiação e ganhou as eleições lá. A população culpou Perpétua até pelo vento. A mágoa ficou e a vingança é um prato que se come frio.

Repúdio

O MDB não contava com o verdadeiro repúdio das redes sociais e de militantes do próprio partido à indicação da ex deputada Antônia Lúcia como vice de Roberto Duarte. Não faltou quem lembrasse o episódio recente em que a deputada quase se atracou no palanque com a esposa do senador Marcio Bittar. Na política, as memórias são muito curtas.

Dia e noite

Animado, o governador anunciou para a prefeita Socorro Neri que estará dia e noite trabalhando por sua candidatura, como se fosse a dele própria. Ele afirmou que seu objetivo é vencer ainda no primeiro turno.

Madrugador

Por mais que queiram fazer uma imagem nova para Tião Bocalom, ele não pretende mudar o seu jeito de fazer política. Todos os dias às 5 horas da manhã ele já está nas ruas, em contato com os eleitores. É uma tática que funciona.

Cartão vermelho

O senador Marcio Bittar, talvez um dos parlamentares hoje mais próximos do ministro Paulo Guedes, levou ontem um cartão vermelho do presidente Bolsonaro. Bittar e Guedes queriam cortes em aposentadorias e benefícios sociais, como forma de destinar recursos para o programa Renda Brasil. De olho em seus índices crescentes de popularidade, o presidente vetou as conversas, acabou com o programa Renda Brasil e passou um esculacho público no ministro, que respingou no senador acreano, tão próximo a ele.

Energia

Foi só a pandemia dar uma folga para que a Aneel começasse a descumprir suas promessas e a atacar os consumidores com novos aumentos de energia. No Acre, está aberta consulta pública, que é apenas uma maneira delicada de dizer que está consolidada a proposta de aumento de 4,87% na conta de luz. O pior é que não existe quem proteja os consumidores, diante do monopólio e depois da privatização da empresa.

Prefeitos

O Tribunal de Contas da União divulgou lista ter 24 ex-prefeitos acreanos enrolados naquela corte. Há casos absurdos, como o do ex-prefeito Vanderlei Sales, da família do cacique Vagner Sales, condenado em oito processos já transitados em julgado. Coisa feia.

Sinal dos céus?

Em Tarauacá caiu uma tempestade com direito a ventania logo após a confirmação da candidatura do popular R7. Alguns dizem que pode ter sido um sinal de que a corrupção será varrida e vai por água abaixo, como prega o folclórico candidato.