Coluna Bom Dia

Pesquisa

Enfim, foi divulgada a pesquisa Big Data, da TV Gazeta, que estaca encruada. Conseguiu a proeza de desagradar a todos os candidatos. Quem está na frente, no meio e atrás. Esse é o problema com uma pesquisa com margem de erro de 4%. Fica todo mundo embolado.

Conclusões

O que se pode avaliar: no começo da campanha, ninguém larga com folga, a corrida está cabeça a cabeça. Vão valer as estratégias e quem errar menos. Azarões serão azarões e não preocuparão. Estrutura e apoio importam. Chega um ponto em que antiguidade deixa de ser posto. O que vale é o agora, como pode sentir Bocalom.

Outra

Outra pesquisa, dessa vez da tradicional Data Control, realizada na mesma época, mostra um panorama diferente, com mudança de posição entre os dois ponteiros e também entre o terceiro e quarto lugares. Essa pesquisa não será divulgada.

Volume

É inegável o maior volume de campanha, até agora, de Minoru Kinpara. Mas Socorro Neri mostra que está aquecendo os motores para entrar na disputa. A prefeita está com excesso de cuidados porque tenta a reeleição no cargo e não quer dar margem para questionamentos. Por exemplo, aguarda o CNPJ da campanha para tomar decisões delicadas.

Facções

O juiz Giordane Dourado, que coordena a propaganda eleitoral, promoveu uma reunião ontem e tratou de um assunto inacreditável até anos atrás. A influência das facções criminosas na eleição. O juiz identificou que alguns candidatos estariam fazendo acordos com o crime organizado para impedir acesso de rivais nas comunidades. Em vez de o crime contaminar a política, a política é que está procurando o crime!

Toque de recolher

A influência da facções em alguns bairros é tamanha que um verdadeiro toque de recolher foi implantado. Cinco horas da tarde encerra toda presença de candidatos e equipes nos bairros, para não atrapalhar a venda de drogas. Os negócios em primeiro lugar. A que ponto se chegou.

Fake News

O juiz eleitoral fez um alerta sobre fake News e campanha difamatória nas redes. Só que não é mais tempo de alertas, mas de ação. As redes sociais, especialmente grupos de WhatsApp estão no nível de esgoto. A baixaria enjoa.

Redescobriram

Ontem, por exemplo, redescobriram uma planilha da Odebrecht que cita propina entregue para Tião Bocalom, na época em que disputou o governo com Tião Viana e perdeu por décimos. Bocalom teria recebido R$ 50 mil, merreca hoje e naquela época. A denúncia aparece dois dias depois do candidato jurar nas redes que seu nome nunca esteve envolvido em escândalos. A memória do povo não perdoa.

Espanto

Mas o fato que causou mais espanto e burburinho ontem, mais comentado que o resultado da pesquisa, foi o inusitado vídeo gravado pela ex-primeira dama acreana, Marlúcia Cândido, vestida de mulher gato, com coleira e tudo, tentando mostrar um saco de gatos literal, ao som de forró!

Gataria

Ninguém esperava por essa! E muita gente ficou tentando entender a mensagem. Seria uma crítica à prefeita e à sua coligação? À esquerda? Aos políticos? Mas foi uma postagem corajosa e estranha.

Mulher gato

A fantasia foi a mesma usada por dona Marlúcia em 2016, bons tempos mais tranquilos para ela, quando compareceu a uma festa à fantasia com o esposo, governador Tião Viana que estava vestido de roqueiro.

Silêncio

Enquanto a esposa posta vídeos enigmáticos, Tião Viana continua calado sobre as eleições em suas redes sociais, falando de medicina.

Candidatos

Sempre há um jeitinho, uma maracutaia que pode ser a salvação. Alguns candidatos considerados fichas-sujas pelo TCE estão concorrendo normalmente graças a recursos de revisão de processos, que só confirmarão suas condenações. Mas, enquanto isso, estão liberados para tentar o voto.

Exemplo

Como exemplo, um determinado candidato tem condenações a multas e a devolver mais de R$ 20 milhões e se apresenta ao eleitor como um anjo de candura e honestidade.  

Ministro

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas visita na sexta-feira as obras da ponte do Abunã, por ordem direta do presidente Bolsonaro. A menos que traga uma técnica nova e eficaz de secar concreto em tempo recorde, pouco poderá fazer para apressar a obra.

Licitação

Uma autoridade de importante setor do governo reclamava com alguns confidentes que há gente na administração que, por desconhecimento ou pouco senso, anda atrasando o andamento da gestão. Cita, por exemplo, uma licitação que teve que ser adiada porque o projeto estava sem a fundamental planilha de custos. Assim não dá.

Tarauacá

O governador Gladson Cameli acertou com o deputado federal Jesus Sérgio a união de esforços para reativar o polo moveleiro de Tarauacá, um grande investimento que está parado. O polo poderia estar gerando dezenas de empregos, mas é um dinheiro que, até agora, foi jogado fora em uma região com matéria prima à vontade.

Fuga

Vinte presos tentaram fugir por um buraco da cela da penitenciária no Estado. Foi por pouco. Não dá para entender como isso seja possível, na cara dos agentes. Dessa vez, a coisa parou quando já estava em estágio adiantado. A coluna não entende uma incompetência dessas ou entende e prefere deixar para lá antes de comentar o que isso significa…

Emergência

Os 22 municípios do Estado entraram em emergência ambiental por causa das queimadas. Só lembraram disso agora, depois que o fogo já queimou tudo. É brincadeira!! E depois ainda se culpam índios e caboclos!

Água

O governador Gladson Cameli vai investir R$ 15 milhões na melhoria do abastecimento de água na Capital, preparando o sistema para ser privatizado. Vamos ver que empresa vai querer esse problema na privatização.

Tempo de TV

 Socorro Neri (PSB), apoiada por oito partidos, terá o maior tempo da propaganda de TV. Ela terá 2 minutos e 30 segundos. Em segundo fica Roberto Duarte, com 2 minutos e 7 segundos, seguido de Minoru Kinpara, com 1 minuto e 47 segundos.

Propaganda

Tião Bocalom terá 1 minuto e 30 segundos de tempo na TV e Rádio. Daniel Zen, terá 1 minuto e 19 segundos. Jarbas Soster (Avante) vai ter 26 segundos e Jamyl Asfury (PSC) 17 segundos.