Coluna Bom Dia

Briga à toa

 

Parece briga de menino buchudo o entrevero entre o deputado Rocha e o assessor do governo Leonildo Rosas. Não leva a nada e não terá efeito nenhum. Não dará ou tirará um voto de nenhum dos lados da disputa política. Só servirá para tirar a atenção da Polícia Federal, que deveria cuidar de coisas mais importantes no Estado.

 

 

 

Rocha

 

O deputado Rocha disse que o assessor fez “ilações” de que Rocha, que é pré-candidato a vice-governador poderia tentar contra a vida do pré-candidato ao Governo do Acre Gladson Cameli para assumir a cadeira de chefe do Executivo, caso eles ganhem a eleição. A origem teria sido uma entrevista de Rocha em que ele criticou o ex-governador Romi