Comerciantes são capacitados para atender deficientes visuais e cadeirantes

capacitação-300x168Permissionários de quiosques de vendas de alimentos do Parque Chico Mendes passam por capacitação sobre como atender deficientes visuais e cadeirantes e, ainda, manusear o cardápio em Braille.  A ação da Secretaria de Turismo e Lazer do Estado do Acre (Setul), em parceria com o Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual (CEADV- CAP), tem a proposta de orientar prestadores de serviço, guias e servidores do parque para atender esse público.

A Setul está finalizando a operacionalização da Trilha Sensitiva, criada para oferecer a pessoas com restrição visual e de locomoção a oportunidade de visitar o Parque Chico Mendes. O projeto tem apoio e parceria da prefeitura de Rio Branco.

O trecho de acessibilidade dentro do parque está concluído, possuindo cordoamento guia e descrição dos atrativos em Braille, e aguarda somente a conclusão da recuperação do solo em cerca de 1,5 mil metros, que deverá ser feita pela Emurb. Essa é a primeira trilha inclusiva implantada em parques ambientais na região Norte.

Além do trecho com cordas para guiar os deficientes visuais, dos pontos de descrição em Braille diante de cada animal, os monitores incluíram na trilha algumas árvores e vegetações típicas da região para identificação tátil.

A secretária de Turismo e Lazer, Rachel Moreira, esclarece que a oferta do serviço amplia as opções para deficientes visuais e pessoas com baixa visão dentro do âmbito do turismo. O projeto deverá ser ampliado para o Sítio Histórico Quixadá e o Seringal Cachoeira, em Xapuri. (SECOM)

Deixe uma resposta