Curso de medicina da Ufac tem conceito 1 na nota do Enad e pode ter problemas

Com o conceito 1 na nota do Enade, o Exame Nacional de Desempenho de Estudante, o curso de medicina da Universidade Federal do Acre, corre o risco de ter as portas fechadas ou sofrer sanções por parte do Ministério da Educação. Se a UFAC obtiver mais uma nota abaixo de 3, a situação pode ficar critica. Já são dois conceitos baixos, o primeiro 3, agora foi 1.

Em novembro do ano passado 73 estudantes do curso de medicina da UFAC fizeram as provas do enade.

O Ministério da Educação avalia, com os questionários, a educação de nível superior e a compreensão dos alunos quanto ao curso de graduação escolhido e as notas refletem a qualidade dos cursos.

Só que o resultado da avaliação foi um desastre para o curso de medicina da Ufac, as notas ficaram ente 0,0 e 0,94.

São 5 conceitos, o curso de medicina ficou com o conceito 1, o mais baixo nos critérios do MEC.

A reitoria da universidade enviou uma nota de esclarecimento onde lamenta o resultado do enade e ressalta que o resultado das provas não reflete a qualidade da formação dos estudantes e disse que vai tentar identificar o que aconteceu.

Já os estudantes apontam que baixo conceito é o reflexo de problemas por que passa o curso e que a reitoria tem culpa na nota 1.

O acadêmico, Natham Lima, aponta alguns problemas e diz que a reitoria está sendo omissa. “existem diversos fatores problemáticos como obras de infraestrutura inacabadas, superlotação nos cursos práticos e a coordenação não tem um professor médico, o que prejudica o andamento do curso”, reclamou.

Ele disse ainda que a reitoria deve parar com esse discurso de que está tudo bem. “Não está bem nada”, definiu.