Debates podem ser decisivos para levar candidatos ao segundo turno

A participação dos prefeituráveis no debate da TV Gazeta (emissora afiliada da Rede Record) e do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal do Acre (Ufac) poderá ser decisivo para garantir o voto dos indecisos. Os sete candidatos à prefeitura de Rio Branco têm dois compromissos inadiáveis, o primeiro a participação do debate virtual no dia 24 deste mês (campus de Rio Branco), enquanto o segundo enfrentamento na tribuna eletrônica no próximo 7 de novembro. “ Temos uma reunião prevista para a próxima semana, onde buscaremos definir as regras do embate”, informou o diretor de jornalismo da TV-Gazeta, Gabriel Rotta.

Destacou que o critério de participação levará em conta as regras da legislação eleitoral. Os partidos com mais de cinco parlamentares na Câmara Federal e no Senado têm direito de participar do debate promovido pela emissora no primeiro turno. “Como base neste entendimento todos os sete candidatos estão credenciados para participar do nosso debate”, observou.

A emissora afiliada da Rede Record sempre convida um mediador que faz parte da cobertura nacional. O debate sempre foi divido em quatro blocos, com três intervalos comerciais para que os candidatos possam avaliar o seu desempenho durante o intervalo. No último debate patrocinado pela emissora acreana, o primeiro bloco os candidatos participaram de duas rodadas de confronto direto, com temas livres (no formato de pergunta, resposta, réplica e tréplica), no segundo bloco cada candidato teve a oportunidade de fazer perguntas aos escolhidos por sorteio prévio, com acompanhamento dos debatedores.

O terceiro bloco deve ser marcado por uma rodada de perguntas do apresentador sobre temas sorteados “ao vivo”, para o candidato escolhido responder, mas vai ser o último a comentar na rodada. O debatedor que responde tem o direito de escolher entre os pares que será o escolhido para comentar sobre o assunto, mas no último bloco, cada candidato contará com um minuto para fazer as suas considerações finais, antes do apresentador convidado encerrar o debate.

Cada candidato poderá contar com assessores credenciados, para orienta-lo nos intervalos. Porém, deverá ser proibida a exibição de qualquer objeto, documento, imagem ou demais acessórios durante o debate, porque a sua participação pode ser interrompida e a palavra concedida ao adversário agredido, inclusive será proibido a entrega de qualquer documento ou objeto ao mediador do evento.

Expectativa

Os representantes do DCE têm sentado com os candidatos para tratar das regras do debate on-line. Cada candidato tem assumir o compromisso de participar do debate, mas não podem ignorar o tema da educação, trocaram ideias sobre gestão, eficiência dos serviços públicos, inclusive temas de interesse da sociedade rio-branquense. A ideia que os prefeituráveis expunha sobre os seus projetos, principalmente aquelas propostas voltada para a juventude e os acadêmicos. “O nosso debate acontece no dia 24 deste mês (no horário das 19 horas), através das redes sociais do DCE”, informou Caio Pinheiro, tesoureiro da entidade estudantil.