Decisão de Aécio sobre renúncia à presidência do PSDB deve sair hoje

Após o retorno do senador Aécio Neves (PSDB-MG) a seu mandato e da primeira reunião com a bancada de seu partido, o presidente interino da legenda, senador Tasso Jereissati (CE), disse que a “decisão final” sobre o futuro do PSDB seria tomada pelo próprio Aécio, que está licenciado da presidência da sigla. A decisão final, no entanto, é aguardada para esta terça-feira (24).

Por 44 votos a 26, o plenário do Senado derrubou as medidas cautelares impostas ao senador pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal. Segundo a Procuradoria Geral da República (PGR), o tucano pediu R$ 2 milhões como propina ao empresário Joesley Batista, um dos sócios do grupo J&F. O mineiro nega as acusações.

Na opinião de integrantes da legenda, o processo todo acabou gerando um constrangimento ao PSDB, o que fez com que senadores e deputados tucanos passassem a defender mais incisivamente a saída de Aécio da presidência da sigla. As informações são da Agência Brasil.

“Fizemos uma avaliação profunda dos últimos acontecimentos, sobre o futuro próximo do partido, os rumos que o partido deve tomar nos próximos dias, e definimos que a decisão final sobre qualquer medida que venha ser tomada para essa definição ficará a critério do senador Aécio Neves”, declarou Jereissati, quando do encontro.