Deputados federais gastam R$ 2,6 mi com verbas para viagens internacionais


publicidade

Na contramão do discurso de austeridade que prevaleceu no Congresso Nacional ao longo do primeiro semestre, principalmente durante a votação da reforma da Previdência, os deputados não priorizaram a economia de gastos em se tratando de viagens para fora do Brasil. Entre janeiro e julho, a Câmara desembolsou R$ 2,6 milhões com passagens aéreas internacionais, diárias e adicionais de embarque (para cobrir despesas com deslocamento até o aeroporto e hotéis).