Deputados vão aprovar corte de 50% em seus salários

A Assembleia Legislativa deve aprovar ainda esta semana  projeto de lei de autoria do deputado Wagner Felipe (PL) que altera a altera a Resolução nº 211, de 20 de dezembro de 2018, reduzindo em 50% o subsidio mensal dos deputados estaduais, pelo período de 90 dias e suspendendo a concessão de diárias pelo período de 180 dias em decorrência da Pandemia COVID-19. A matéria já foi aprovada ontem por unanimidade na comissão de Constituição e Justiça 19 e deve seguir ainda hoje para aprovação no plenário.

O projeto foi relatado pelo líder do governo, deputado Gerlen Diniz, a proposta foi aprovada pelos demais membros,  deputados Daniel Zen (PT) e Neném Almeida (Sem Partido). A comissão  destacou o largo alcance social e interesse público. Com a aprovação, os subsídios dos deputados devem ficar reduzidos, por 90 dias a valores em torno de R$ 12 mil. Apesar disso a proposta não mexe na verba de gabinete dos deputados, que serve para pagar assessores, nem na verba indenizatória para atividades do mandato. Apenas na concessão de diárias e passagens.

Com a queda de arrecadação do estado, o governador não afasta a possiblidade de negociar o repasse do duodécimo para os poderes, em especial a Assembleia legislativa, para cumprir o orçamento.