DILMA: ‘Consternada pela barbárie dos ataques em Paris’

Presidente Dilma no Palácio do Planalto

A presidente Dilma Rousseff se pronunciou sobre o atentado terrorista em Paris nesta sexta-feira (13). “Consternada pela barbárie terrorista, expresso meu repúdio à violência e manifesto minha solidariedade ao povo e ao governo francês”, disse Dilma.

Segundo o Itamaraty, dois brasileiros estão feridos. Mais de 60 pessoas estão mortas, há dezenas de feridos e uma centena de reféns.

O Ministério das Relações Exteriores também emitiu nota:

O Governo brasileiro manifesta sua profunda consternação pela série de bárbaros atentados ocorridos na noite desta sexta-feira em Paris, que resultaram em várias dezenas de vítimas, entre mortos e feridos.

Ao mesmo tempo em que transmite suas condolências aos familiares das vítimas e empenha sua plena solidariedade ao povo francês e ao Governo da França, o Brasil condena os ataques nos mais fortes termos e reitera seu firme repúdio a qualquer forma de terrorismo, qualquer que seja sua motivação.

O Consulado-Geral do Brasil em Paris acompanha de perto a situação, de forma a prestar apoio aos cidadãos brasileiros. O plantão do Consulado pode ser acessado no número: +33 6 80 12 32 34.

Abaixo matéria da Agência Brasil:

Dilma manifesta solidariedade ao povo francês e condena a barbárie

A presidenta da República, Dilma Rousseff, manifestou há pouco, por meio de sua conta no Twitter, a sua indignação com os ataques terroristas que deixaram pelos menos 40 mortos em Paris.

“Consternada pela barbárie terrorista, expresso meu repúdio à violência e manifesto minha solidariedade ao povo e ao governo francês”, disse a presidenta.

Os ataques ocorreram em vários pontos da capital francesa. A polícia adiantou que existem reféns na sala de espetáculos Bataclan, na Avenida Voltaire.

O Presidente francês, François Hollande, está reunido com o primeiro-ministro, Manuel Valls, e o titular do Interior, Bernard Cazeneuve, para fazer um balanço sobre os tiroteios e explosões em Paris.