Dívidas em atraso de moradores do Acre cresceram 3,93% em abril, diz SPC Brasil

A Associação Comercial – Acisa, divulgou ontem, indicadores de inadimplência do Acre. As informações são do SPC Brasil, apontando os principais números que levam os acreanos ao endividamento. O gráfico informa com detalhes a evolução da inadimplência no estado ao longo dos últimos meses.

O indicador de inadimplência do consumidor acreano é de 3,33% em abril de 2020 comparado a abril de 2019. O índice do estado ficou abaixo da média da região Norte (5,39%) e acima da média nacional (2,91%).

Em abril de 2020, o número de dívidas em atraso de moradores do Acre cresceu 3,93%, em relação a abril de 2019. O dado ficou acima da média da região Norte (2,64%) e acima da média nacional (0,60%). Na passagem de março para abril, o número de dívidas do Acre cresceu 5,01%. Na região Norte, nessa mesma base de comparação, a variação foi de ‐0,61%.

Cada consumidor inadimplente no Acre tinha em média 1,815 dívidas em atraso. O número ficou acima da média da região Norte (1,801 dívidas por pessoa inadimplente) e abaixo da média nacional registrada no mês (1,839 dívidas para cada pessoa inadimplente).