Educação realiza visitas em escolas da rede pública na Capital

Necessidades das escolas são apresentadas ao secretário

“Com a chegada da pandemia, eu e a equipe de educadores aqui da escola ficamos muito apreensivos sobre como continuaríamos realizando nosso trabalho, mas as visitas do secretário e o apoio da secretaria nos deixou muito mais contentes e tranquilos”. Esse é o relato de Adriana Lima, gestora da Escola Samuel Barreira, em mais uma das visitas que o titular da Secretaria de Estado de Educação do Acre (SEE), Mauro Sérgio Cruz, tem feito a diversas unidades da rede pública nas últimas semanas.

Na quinta-feira, 17, o secretário esteve com a equipe gestora da Samuel Barreira, localizada no bairro Bosque, em Rio Branco, e logo depois seguiu para a Bertha Vieira, que fica na Estrada São Francisco.

De acordo com a gestora da Bertha Vieira, Selma Ramos, as visitas do secretário são muito importantes para que ele saiba o que as instituições estão precisando, o trabalho que está sendo feito e o que podem melhorar. “Trabalhamos bem com a inclusão. Aqui realizamos muitas ações, como o Dia da Família, por exemplo. Os professores se reúnem para montar prêmios e sacolões e entregar para os pais dos alunos”, conta.

Na sexta-feira, 18, a equipe da Escola Djalma Teles, localizada no bairro Jorge Lavocat, teve a oportunidade de dialogar com o secretário de Educação. Logo em seguida, foi a vez de visitar as escolas da região do Montanhês, como a Pedro Martinello e a Joelma Oliveira.

Mauro Sérgio Cruz destacou, em suas visitas, que o objetivo é apoiar o trabalho dos gestores e professores para que os alunos saibam que existe um grupo de educadores compromissados com eles, principalmente neste momento de pandemia.

Por isso, as visitas semanais às escolas da rede são para mostrar que a secretaria dá suporte para a escola realizar seu trabalho com qualidade, buscando sempre levar o melhor para o aluno. “A presença da secretaria é de fundamental importância. O gestor precisa saber que ele tem uma secretaria próxima e que estamos sempre à disposição das escolas”, afirma o secretário.