Equipe do Igesac realiza visita técnica à UPA do 2º Distrito

Profissionais do Instituto de Gestão de Saúde do Acre (Igesac), por meio dos departamentos de Gerência de Assistência à Saúde, Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho e Coordenação de Almoxarifado, realizaram na manhã desta terça-feira, 11, visita técnica à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do 2º Distrito.

O objetivo da visita foi verificar a estrutura predial, condições de trabalho, fluxo assistencial e de atendimento da UPA. Os departamentos elaboraram um parecer técnico no qual serão priorizadas as demandas e necessidades da unidade a serem executadas após processo transitório.

Izanelda Magalhães, diretora-presidente do Igesac, destaca sobre a visita realizada à unidade que o objetivo é ter o conhecimento pleno e operacional das unidades que foram apontadas pela Secretaria de Estado de Saúde como as unidades que possivelmente passaram para a gestão do Igesac, com base na Lei nº 3636, aprovada em junho de 2020.

“É uma inspeção extremamente técnica, que nos dará embasamento e estudo para que, em conjunto com a Sesacre, possamos apresentar os relatórios técnicos, tomarmos as decisões e, futuramente, o Igesac possa fazer a gestão de unidades hospitalares, de acordo com sua lei de criação”, explica.

A Secretaria de Saúde do Estado (Sesacre), por meio da Diretoria de Atenção à Saúde também participou da visita fazendo a interlocução a respeito do Igesac e captando a maneira de fluxo de trabalho do instituto.

“Enquanto Sesacre, estamos hoje acompanhando o Igesac nesta visita para um diagnóstico mais situacional. É também uma maneira de garantirmos a aceitação do instituto na unidade, além de termos habilidade e sabermos como o Igesac irá desenvolver seu trabalho”, destaca assessora técnica Joice Maia.

Sobre o Igesac

De acordo com a alteração da Lei Estadual n°2.031, o Igesac é serviço social autônomo, sem fins lucrativos, de interesse coletivo e utilidade pública, com autonomia gerencial e quadro pessoal próprio. Tem como objetivo auxiliar a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), em até 40% de suas unidades, a prestar serviços de assistência à saúde.