Escândalo: no Acre, mais de 680 acreanos fraudaram auxilio emergencial do governo

A Controladoria Geral da União já identificou pelo menos 631 pessoas no Acre que receberam indevidamente o auxílio emergencial do governo para a pandemia do COVID 19, no valor de R$ 600,00. O escândalo, que está estourando em todo o Brasil e foi destaque na imprensa no fim de semana também tem repercussões no Acre.

A Polícia Civil está apurando as denúncias de pagamento irregular e já realizou mais de 40 prisões de pessoas que receberam indevidamente por fraude nas declarações. Pelo menos quatro dessas pessoas chegaram a receber até a segunda parcela dos R$ 600,00

A investigação ainda continua e a CGU está fazendo um cruzamento de dados, havendo requisitado a folha de pagamentos do governo do estado e das principais prefeituras do Acre para fazer os cruzamentos com a lista de beneficiados a fim de detectar pagamentos irregulares.

Também há casos de pessoas de alto poder aquisitivo, autônomos e empresários que podem ter tido acesso irregular ao pagamento.

Nos próximos dias a Polícia Civil deve realizar novas operações e novos nomes devem ser identificados. O pagamento irregular pode ter acontecido na capital e n interior.