Frank Lima defende vacinas da COVID 19 para crianças e jovens

Secretário municipal de Saúde, Frank Lima, fala sobre necessidade

Um dos principais destaques destes primeiros doze dias da administração de Tião Bocalom tem siso a presença firme e atuante do secretário municipal de Saúde, Frank Lima. Sem medo de expressar suas opiniões, chamando para si a responsabilidade e dando dinamismo às ações e propostas da pasta, o secretário tem sido um dos assessores mais procurados pela mídia.

Ontem, destoando de recomendações das autoridades federais de saúde, ele destacou que a capital tem interesse em que a vacina da Covid-19 possa ser aplicada em crianças, assim que estiver disponível.

O secretário justifica a medida com o temor de um grande alagamento na capital, com a cheia do rio Acre. “Em caso de ter que remover pessoas para o abrigo, o ideal é a gente trazê-las já imunizadas, seja de criança até o vovô. Então, a gente já imuniza para diminuir os impactos”, declarou.

Os números parecem dar razão ao secretário. O Acre já registra pelo menos cinco mortes de crianças por COVID e a infecção está em crescimento na primeira infância. A nova cepa do COVID torna os mais jovens mais susceptíveis à epidemia. Também a contaminação cruzada de dengue e COVID pode ser perigosa para as crianças.

A expectativa é de que no dia 28 comece a vacinação pela campanha nacional, embora o Acre possa receber vacinas compradas dom recursos próprios até o dia 25.