GAECO descobriu que PCC financiava grupos criminosos no Acre

O grupo de combate ao crime organizado – GAECO, do Ministério Público, juntamente com a Polícia Militar, deflagraram a operação ghidorah, que cumpriu na manhã dessa terça-feira 10 mandados de busca e apreensão e 10 mandados de prisão nos municípios de Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves, Feijó, Tarauacá, Sena Madureira e Senador Guiomard.

O alvo eram lideranças e conselheiros de 3 facções: PCC, bonde dos 13 e IFARA, que se uniram, no Acre, para lutar pelos espaços do tráfico de drogas com outra facção a do comando vermelho.

O GAECO, descobriu após 5 meses de investigação, que no Juruá os 3 grupos criminosos recebiam apoio financeiro e aporte técnico de membros do PCC de São Paulo.

Tudo começou quando um dos membros do PCC foi preso em Guarulhos, São Paulo. Ele carregava uma lista com repasses de dinheiro para vários membros de facções em todo pais. Alguns nomes que constavam eram do Acre, principalmente na região do Juruá.

Na planilha estavam os demonstrativos do dinheiro que era repassado para as lideranças e até seus familiares que recebiam a ajuda de custo. Tanto o bonde dos 13 como o IFARA eram beneficiados com o dinheiro mensal.

O repasse servia também para financiar grandes demandas como a passagem de drogas e homicídios.

Segundo o promotor de Justiça, Bernardo Albano, entre os presos está uma mulher que era a responsável pela preparação de meninas que quisessem ingressar nas facções. “Existia toda uma preparação para a entrada das mulheres nos grupos, por isso o dinheiro era enviado, para bancar uma espécie de curso, além disso quando um dos membros tinha problemas esse dinheiro extra cobria até despesas médicas”, apontou.

O comandante da Polícia Militar, coronel Ulisses Araújo, explicou que as lideranças estavam espalhadas em vários municípios. As ramificações eram importantes para garantir território. “Mexemos na parte financeira dos grupos criminosos, isso desarticula por um tempo, principalmente, porque chegamos a várias lideranças”. Disse.

A polícia militar cumpriu, ainda, 10 mandados de busca e apreensão, onde foi encontrada uma grande quantidade de droga.