Gladson presta contas do combate ao COVID na inauguração do hospital de campanha

“A transparência nas ações contra a COVID 19 é o que prezo no meu trabalho atualmente. Para o governador, cuidar das pessoas também o tem movido neste momento. A declaração foi feita na inauguração do hospital de campanha de Rio Branco, anexo ao INTO, onde o governador disse o ato não é motivo de comemoração, mas “uma prestação de contas com a sociedade. “Prestar contas do que é público é a maior tranquilidade que um gestor pode ter. Essa é a minha filosofia. Tenho a obrigação de entregar essas obras no prazo combinado”.

Construído a um custo total de R$ 2.9 milhões, em recursos do Ministério da Saúde, a unidade que tem uma área total de 1.000 m2, começou a ser construída no dia 8 de maio, gerando 49 empregos diretos. A edificação conta com um posto de enfermagem, uma farmácia, rouparia, depósito para material de limpeza, copa, duas salas de descanso, outras duas salas para uso a ser definido pela direção, WC de uso coletivo e sala de expurgo.

O Hospital de Campanha,  anexo ao Into, em Rio Branco, dispõe de 100 novos leitos de enfermaria para auxiliar no tratamento a pandemia de Covid-19. O ato foi acompanhado pelo Ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello.

O governador Gladson Cameli lembrou ao ministro todas as ações que tomou no estado, desde a notificação do primeiro caso da doença. Destacou a gratificação de profissionais da saúde, contratação de mais médicos e reforço de equipamentos de proteção individual. “Pessoas cuidando de pessoas fazem toda a diferença”, disse o governador. E agradeceu o apoio do governo Bolsonaro, lembrando que o presidente teve no Acre sua maior votação proporcional.

Na solenidade, o governador sancionou o Projeto de Lei que cria o Instituto de Gestão de Saúde do Acre (Igesac). Gladson afirmou que esta realização salva os mais de mil empregos do extinto Pró-Saúde, beneficiando os profissionais e a sociedade.

Gladson ainda enfatizou que Cameli enfatizou que a construção dos hospitais em Rio Branco e Cruzeiro do Sul serão um legado de sua gestão na saúde. “Fizemos o que não foi feito há décadas. Aqui comemoremos cada vida salva, cada pessoa atendida”, disse.

Tempo recorde

O secretário de Saúde, Alysson Bestene, destacou o esforço para que a unidade hospitalar fosse inaugurada em tempo recorde. “Foram dias corridos, mas gratificantes. Demos um passo importante para deixar essa obra como legado para a população”.

Ele recebeu o elogio também da prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, para quem “o Alysson tem sido coordenador desses problemas atuais desde o início e tem nos auxiliado no combate a Pandemia com compromisso e altivez”, além de agradecer o apoio da bancada federal em Brasília.