Governador exonera sete cargos indicados pelo vice Rocha

Em mais um round da briga que se tornou pública entre o governador Gladson Cameli e o vice Major Rocha, aliados do vice foram exonerados de seus cargos. Na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (16), o governador Gladson Cameli exonerou pessoas ligadas ao major Rocha, especialmente em cargos na estrutura de seu gabinete de vice-governador e na área da segurança Pública. Foram sete cargos de confiança atingidos pelos decretos publicados hoje.

Foram desligados de seus cargos Joelson Souza Dias, diretor do gabinete do vice-governador, Rogério de Oliveira da Silva, presidente do Instituto Sócio educativo do Acre (ISE). Ainda no ISE, saiu Isaias Brito, diretor executivo operacional. O militar do Corpo de Bombeiros, Abrão Carlos Mota Púpio, também foi exonerado de suas funções de chefe de Departamento do gabinete de Rocha.

Foram também exonerados Carlos Bacelar Cunha Rodrigues, diretor do Instituto de Identificação da Polícia Civil, José Tanaca da Silva, diretor de Operações do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) e Silvio de Souza Carlos, comissionado na Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio (SEPA).

Os atritos entre governador e vice têm se agravando, com críticas contundentes de Rocha nas redes sociais. Nos últimos dias, em especial, Rocha tem atacado o governador por conta da exoneração de um radialista que, no cargo, se manifestou politicamente a favor de candidatura política.