Governo é ruim para 49%, nas regiões Norte e Centro-Oeste

Na Região Norte/Centro-Oeste 49% dos eleitores avaliam o governo de Michel Temer ruim ou péssimo, segundo dados da pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em comparação com pesquisa realizada em dezembro do ano passado, o número de entrevistados que avaliam negativamente o governo de Temer na região cresceu 10 pontos percentuais.

temer-cara-feia

Segundo a CNI, a queda na popularidade pode ser explicada pelo forte ajuste fiscal e as reformas propostas pelo governo federal. “Não podemos deixar de considerar a questão econômica. Há uma correlação muito forte entre a popularidade do governo e a situação econômica do País. Por mais que tenhamos sinais de queda da inflação, a população precisa ver isso no supermercado. O resultado desemprego continua a elevar e com essa taxa elevada de desemprego há uma insatisfação muito grande da população, e isso reflete de forma muito forte na avaliação do governo”, afirmou Renato Fonseca, gerente executivo da Unidade de Pesquisa e Competitividade da CNI.

De acordo com a pesquisa, 30% dos entrevistados avaliam o governo péssimo, 19% o avaliam como ruim, 33% como regular e outros 13% como ótimo ou bom nas regiões Norte e Centro-Oeste, por último, 5% não souberam ou não responderam. Em comparação com a pesquisa anterior, os eleitores que consideram o governo bom ou ótimo manteve o mesmo percentual, com diferenças pontuais nos números. Na pesquisa divulgada ontem, apenas 1% dos entrevistados consideram o governo ótimo e 12% o avaliam como bom, na pesquisa divulgada em dezembro os índices eram 3% e 10%, respectivamente.

Os dados das outras regiões também demonstram pessimismo em relação ao governo de Michel Temer. A maior rejeição é no Nordeste, onde 67% dos entrevistados avaliam o governo como ruim ou péssimo, em seguida aparece a região Sudeste onde 52% rejeitam o governo atual seguido pelas regiões Norte e Centro-Oeste e, por último, o Sul onde 48% dos entrevistados avaliam o governo como ruim ou péssimo.

Segundo a pesquisa, 47% dos entrevistados no Norte/Centro-Oeste têm expectativa ruim ou péssima em relação ao restante do governo Temer. Na pesquisa anterior este índice era de 37% para ruim ou péssima expectativa.

Na Região, 62% desaprovam a maneira de governar do presidente, 23% aprovam e 22% não sabem ou não responderam. Na pesquisa de dezembro, 66% desaprovavam a maneira de governar e 31% aprovavam .

Em relação à comparação com o governo da ex-presidente Dilma Roussef, no Norte e Centro-Oeste, 38% dos entrevistados consideram o governo de Michel Temer igual com o da ex-presidente, 37% o consideram pior e outros 20%, igual. Na pesquisa anterior, 41% o considerava igual, 32 avaliavam como pior e outros 23%, melhor. Na região, 77% não aprovam a forma como o governo atua no combate ao desemprego e 19% aprovam. No item ‘combate à inflação’, a pesquisa revela que 72% dos entrevistados das regiões a desaprovam a atuação do governo, 23% aprovam e 5% não responderam.

pesquisa-temer-região