Governo estuda estender suspensão de contratos de trabalho em 2021

O secretário de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco, afirmou na última quarta-feira(23) que o governo estuda a possibilidade de prorrogar o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e Renda (BEm) em 2021. A inciativa tem o objetivo de aliviar as contas de empresas com suspensão de contratos de trabalho e redução de jornada, em contrapartida, os beneficiários devem manter o emprego de funcionários.

Bianco ressaltou que ainda faltam algumas parcelas para encerrar o benefício em 2020, entretanto, as conversas para uma possível prorrogação no ano que vem já começaram nos bastidores.

O programa foi criado em abril para diminuir os efeitos negativos causados pela Pandemia de Covid-19 . O benefício tem validade até 31 de dezembro.

De acordo com o Ministério da Economia, a índice de pedidos de suspensão de contratos está caindo nos últimos meses. Em abril, 5,9 milhões de empresas aderiram ao programa, enquanto em dezembro foram 228 mil.

De acordo com o Ministério da Economia, a índice de pedidos de suspensão de contratos está caindo nos últimos meses. Em abril, 5,9 milhões de empresas aderiram ao programa, enquanto em dezembro foram 228 mil.