Governo nomeia membros do Conselho Estadual de Combate à Discriminação LGBT


publicidade

O governador do Acre nomeou nesta segunda-feira, 27, os 32 membros titulares e suplentes que irão compor o Conselho Estadual de Combate à Discriminação de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais do Acre na gestão 2020/2022. A nomeação consta no Diário Oficial do Estado.

Composto por 16 titulares e 16 suplentes, o conselho conta com representantes de oito instituições governamentais e oito não governamentais.

A finalidade do conselho é formular e propor políticas públicas e diretrizes de ações governamentais e da sociedade civil, a fim de combater a LGBTfobia e a discriminação por orientação sexual e identidade de gênero. O objetivo também é atuar na desconstrução de preconceitos e na redução as desigualdades, nos aspectos educacional, econômico, financeiro, social, político e cultural, em todo o estado do Acre.

Os representantes governamentais são indicados pelos titulares da pasta que representam. Já o grupo formado por membros da sociedade civil são escolhidos em fórum específico com participação de entidades não governamentais que tem atuação comprovada na defesa e promoção do público LGBT.

Após a primeira reunião ordinária com os novos membros, que ainda não tem data marcada para ocorrer, serão eleitos o presidente e o vice-presidente do conselho.