História de vida de estudante comove gestores da Escola São João Batista

 Cezar Negreiros

A pequena estudante da 6ª Série do ensino fundamental está encontrando na Educação um lenitivo para sua vida difícil e tem transformado sua escola no município do Bujari em um porto seguro.

Sua história de vida emocionou a equipe pedagógica do Colégio Estadual São João Batista. Durante a visita que fez a sua residência para entregar as apostilas com as tarefas de casa, a equipe constatou que menina, matriculada na escola pública, divide as tarefas escolares com a necessidade de cuidar de cinco irmãos menores em casa, aliviando a carga que pesa sobre sua mãe. É a pequena estudante que está atenta a cada necessidade dos irmãos e nem por isso deixa de fazer todos os exercícios e tarefas que são levadas até ela, durante a pandemia.

Apesar das dificuldades que enfrenta todos os dias da semana para ajudar a mãe, ela sempre encontra um tempo na sua jornada diária de estudar os livros didáticos e responder os exercícios propostos pelos professores.

A dedicação da criança emocionou os educadores que desde a semana passada estão percorrendo a zona rural para levar as apostilas e conversar com os pais destas crianças sobre a importância das atividades escolares nesta época de pandemia. O diretor da Escola São João Batista, Antônio Matias, contou que a equipe pedagógica estava deslocando até o km 90 da estrada de Sena, quando identificou a menina, que logo se tornou exemplo por sua maturidade precoce, nascida da extrema necessidade, da solidariedade, do amor aos irmãos e da vontade de melhorar e crescer pela Educação.

A equipe da escola está fazendo a busca ativa de alunos matriculados no 3º Ano do ensino médio. A escola pública conta com mais de mil alunos matriculados no ensino fundamental, médio e no programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA). “Com a maioria das famílias moram na zona rural, temos que fazer esta visita de casa em casa, quando deparamos com as dificuldades da pequena A.P.C.”, disse o diretor, informando que agora ela receberá atenção especial.

Os professores chegam todos os dias para preparar o material didático que será encaminhado para as crianças e adolescentes matriculados na escola da rede pública. A coordenadora pedagógica tem missão de selecionar o material que será impresso e encaminhado para a casa dos estudantes do ensino fundamental e médio. Os exercícios devem ser respondidos em um prazo de duas semanas pelos alunos, que agora podem acompanhar pela Rádio Difusora o conteúdo ministrado pelos professores da Secretaria Estadual de Educação (SEE).

Durante a visita que fez a escola São João Batista, o secretário de Educação Mauro Sérgio Cruz revelou que o município do Bujari está contemplado no projeto de revitalização das escolas de 2021. Prometeu a doação 100 novos computadores para atender os alunos da escola da pequena A.P, nos próximos dias. Os equipamentos de informática fazem parte do pacote de investimentos da SEE que busca melhor a qualidade do ensino-aprendizagem. A escola São João Batista será transformada em uma escola-modelo no Bujari.

Direção da escola dará maior apoio a estudante