Incêndio em estacionamento do Zofra destrói 16 veículos que estavam apreendidos

A alfândega nacional da Bolívia, localizado na estrada que liga Cobija à Porvenir, informou que na madrugada de sábado, 16 veículos acabaram queimados em consequência de um incêndio que ocorreu no pátio da Zofra, onde se encontravam retidos pelo crime de contrabando entre outros.

A entidade aduaneira apresentou denúncia ao Ministério Público para que se investiguem as causas daquele fato, pois segundo regulamento da Zona Franca Comercial e Industrial, estabelece-se que as instalações devem ter infraestruturas adequadas para a Administração Aduaneira.

Por enquanto, irão esperar pelo relatório das pesquisas do Ministério Público, embora se suspeite que o incêndio foi provocado porque haveria veículos com processos de contrabando em estágio de pesquisa, provenientes de denúncias e de operações realizados por parte da unidade de controle operacional e pesquisa da Alfândega Nacional.

A alfândega nacional comprometeu-se a contribuir através das instâncias para que as pesquisas deste sinistro deem com os responsáveis por este fato ocorrido no km 19 da estrada que liga os municípios de Cobija e Porvenir.

De acordo com o relatório preliminar, o incidente aconteceu na madrugada deste sábado, 12 de setembro, por volta das 03:30 da manhã, o incêndio no pátio da Zofra onde se encontrava os veículos confiscados por contrabando foram muito afetados pelo incêndio.

A unidade de bombeiros da polícia chegou ao local, atenuando posteriormente as chamas do fogo, no entanto, certificaram que no total 16 veículos de diferentes marcas ficaram queimados.

O Procurador Departamental de Pando, Juan Carlos Cuéllar, informou que a entidade investiga o incêndio – contra autor ou autores – que causou danos materiais a vários veículos. (OAltoacre)