Inflação de agosto foi de 0,54% em Rio Branco e acumula 0,94% no ano

A inflação em Rio Branco medida pelo IPCA subiu 0,54% em agosto, índice maior que o registrado em todo o país, que ficou em 09,24%. Ainda assim, é menor do que a aceleração de julho, que foi de 0,75%. No ano, a inflação acumula alta de 0,94% e em doze meses, de 2,44% na capital acreana. Embora com queda no mês, essa foi a maior taxa para agosto nos últimos quatro anos.

Em todo o país, quadro que também se reproduziu no Acre, dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, seis tiveram alta em agosto. A maior variação veio dos Transportes que em todo o país, teve variação de 0,82%) que apresentaram também o maior impacto positivo no índice do mês (0,16 p.p.). A segunda maior contribuição (0,15 p.p.) veio de Alimentação e bebidas, que registrou alta de 0,78%. Os grupos Habitação (0,36%) e Artigos de residência (0,56%) também tiveram alta, mas desaceleraram na comparação com o mês anterior (0,80% e 0,90%, respectivamente). No lado das quedas, o destaque ficou com o grupo Educação (-3,47%), que contribuiu com -0,22 p.p. no IPCA de agosto. Os demais grupos ficaram entre a queda de 0,78% em Vestuário e a alta de 0,67% em Comunicação.

Já o Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC do mês de agosto apresentou alta de 0,36% enquanto, em julho, havia registrado 0,44%. Este é o maior resultado para um mês de agosto desde 2012, quando o índice foi de 0,45%. No ano, o INPC acumula alta de 1,16% e, nos últimos 12 meses, de 2,94%, acima dos 2,69% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em agosto de 2019, a taxa foi de 0,12%.

Em Rio Branco, a alta do INPC foi de 0,71% em agosto, menor que julho, quando registrou 0,81%, com o acumulado no ano em 1,47% e em 12 meses, de 4%. Rio Branco teve a terceira maior alta do INPC no Brasil.