Inquérito que investiga ex-BBB Vanderson é enviado ao MP

O inquérito policial que investiga o ex-BBB Vanderson Brito na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), em Rio Branco, já foi encaminhado para o Ministério Público do Acre. Três mulheres acusaram o professor de Biologia por importunação sexual, agressão e estupro. Essa última queixa, no entanto, entrou em decadência, ou seja, o caso ocorreu em 2016, quando a lei exigia que a vítima denunciasse o agressor em um prazo de seis meses, e foi retirada da investigação.

Reprodução

As acusações foram feitas um dia antes do acreano entrar na casa do BBB. Além das denúncias na delegacia, o biólogo foi acusado nas redes sociais de ser agressivo e abusivo nos relacionamentos amorosos. Uma dessas acusações partiu da ex-namorada Maíra Menezes, que afirmou ter sido agredida pelo professor, como destacou o portal “G1”. Os dois terminaram o relacionamento em 2011.

Vanderson Brito, que foi expulso do programa para prestar depoimento, nega todas as acusações. Informações EXTRA.