Juiz eleitoral nega fraude e diz que derrotados precisam se esforçar mais por votos

O juiz Marlon Machado, titular da 4° Zona Eleitoral, em Cruzeiro do Sul, fez um desabafo pela TV, recriminando e até citando nominalmente candidatos que foram alegar fraudes nas urnas eletrônicas. O magistrado descartou qualquer irregularidade, destacou que o que aconteceu foi uma pane na totalização de votos do TSE e nenhum problema nas urnas na cidade ou em qualquer parte do país. Reafirmou que as urnas foram auditadas e que tudo funcionou bem no domingo. Aos candidatos derrotados, o juiz aconselhou que se esforcem mais na busca por votos.

“Não há nada de errado com as urnas ou a totalização dos votos. Só houve atraso. Se os candidatos não tiveram os votos que esperavam, eu sinto muito mas têm que se dedicar mais nas próximas eleições. Se esforcem mais”, orientou o magistrado.

Foi a resposta do juiz à ação de candidatos derrotados em Cruzeiro do Sul que foram à sede do Tribunal Regional Eleitoral e protestaram contra o que consideraram irregularidades. O duro recado do juiz Marlon Machado foi um duro recado aos perdedores.