Mais seis mortes por covid-19 e 325 novos casos


publicidade

Cezar Negreiros

Mais 6 mortes por covid-19 e 325 novos infectados pela doença nas últimas 24 horas, o estado contabiliza agora 287 óbitos e 10.664 contaminados. Seis vítimas eram do sexo masculino e apenas uma do sexo feminino, nos municípios de Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Plácido de Castro, com idades que variavam entre 35 e 75 anos, conforme o boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde do Acre (Sesacre). Foram realizadas 24.884 notificações de casos suspeitos da doença nos últimos 90 dias, mas 13.935 descartadas, apenas e 285 amostras aguardando o resultado da análise laboratorial, aproximadamente 185 pessoas internadas por causa da doença e 5.762 pessoas estão curadas, segundo o boletim epidemiológico do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS).

 A primeira vítima era uma mulher de 46 anos, residente no município de Plácido de Castro, que veio a óbito na última quarta-feira (dia 17) no  Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia no Acre (INTO-AC), a segunda um aposentado de 75 anos, que morreu no último dia 15 no Hospital Regional do Juruá,  o terceiro tinha 48 anos, mas faleceu na última terça-feira (dia 16), na mesma unidade, no município de Cruzeiro do Sul.  A quarta vítima tinha apenas 35 anos, mas morreu na última quarta-feira (dia 17), no INTO-AC,  quinta era um aposentado de 71 anos, que faleceu na ´mesma ocasião, no Pronto-Socorro de Rio Branco e a sexta vítima tinha 59 anos e morreu na última quarta-feira (dia 17), no Hospital Regional do Juruá em Cruzeiro do Sul.

O estado despontava no ranking de ocupação de UTI’s (Unidades de terapia intensiva) com pacientes internados por causa do covid-19, de acordo com o balanço do transparência Contagem Coronavírus Brasil. O Acre já ultrapassa os 90% dos leitos ocupados, seguido do Rio Grande do Norte, com a taxa de ocupação em torno dos 90%, Espírito Santo e Pernambuco, com 87,4% e 86%,  Alagoas, com 84%, Rio de Janeiro, com 83% e São Paulo, com apenas 79%. Somente o Mato Grosso do Sul que registrou o menor índice de ocupação, pois ficou com apenas 22%. O Acre conta com 48 leitos de UTI na rede pública de saúde, mas 38 leitos estão na capital acreana e 10 leitos no município de Cruzeiro do Sul, que registra o epicentro da doença no Vale do Juruá.