MELHORES: Auzemir Martins atuou nas principais equipes do futsal acreano e conquistou muitos títulos

Paulo H. Nascimento

Auzemir Martins comandou a Federação Acreana de Futsal (Fafs) por 17 anos entre idas e voltas. Contudo, a nova geração não sabe é que antes da vida como dirigente, Auzemir foi um dos melhores goleiros da história o futebol de salão (futsal) acreano.

A carreira dentro das quadras começou em 1977 na Contag (Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura) e terminou em 1988 atuando pelo Piauí, um time de muitas conquistas.

“Comecei jogando nas categorias de base do Vasco, mas quase ninguém sabe que atuei no futebol de campo”, disse Auzemir.

Nos 4 maiores

Auzemir Martins atuou nos quatro maiores clubes do esporte acreano, uma marca de poucos atletas.

“Joguei no Juventus, no Rio Branco, Atlético e Independência. Os times de camisa têm grandes histórias no futsal. São lembranças fantásticas”, comentou o ex-goleiro.

Minha seleção

Segundo Auzemir Martins a história do futsal acreano é cheia de craques.

“Escala uma seleção é muito difícil. Goleiro, por exemplo, tem o Pão Torrado, o Lauro, o Dinda. Os cinco melhores que eu vi jogar: Azevedo, Cirênio, Duda, Casquinha e Hermínio, irmão do saudoso Dadão”, revelou Auzemir.

Grande rivalidade

No fim da década de 70, a maior rivalidade do futsal acreano era entre Contag e Ponte Preta, com grandes duelos na quadra do bairro José Augusto.

“A Contag tinha Cirênio, Pereira e os irmão Cláudio e Ricardo Diógenes. Na Ponte jogava o Viana, Fugiwara e o Pitola. A quadra do José Augusto ficava completamente lotada”, afirmou.

1978 foi o ano da fundação da Fafs e Dr. Edson Alves de Souza foi o primeiro presidente