Ministro Onyx garante recursos para água mineral em todas as escolas públicas do estado

Todas as escolas públicas da rede estadual terão tecnologia ou meios para obter a própria água mineral nos próximos seis meses. Isso será possível com os recursos de R$ 10,5 milhões garantidos pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, em visita ao Acre, hoje pela manhã. Serão 558 escolas beneficiadas, que têm alguma dificuldade de acesso à água potável.

O ministro também assinou na manhã desta segunda-feira, 19, o termo de adesão em que a União repassa mais R$ 1 milhão para promover o acesso à alimentação e incentivar a produção de alimentos dos agricultores rurais no Estado do Acre, beneficiando mais de 800 pequenos produtores.

A compra dessa produção vai atender às necessidades de 41,3 mil pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social, com as doações de 1,3 mil toneladas de alimentos. Dos 22 municípios do estado do Acre, 11 executam o programa de Aquisição de Alimentos – PAA.

Em abertura de crédito extraordinário de R$ 500 milhões, o Acre recebeu R$ 5.272.930,00, sendo R$ 2,5 milhões via CONAB, R$ 1,7 milhão via PAA Estadual e R$ 1 milhão agora, com recursos do Lei Orçamentária de 2020.

Onyx explicou que o governo federal desde 2019 reorganiza a estrutura de governo do Brasil. Citou como exemplos a lei de liberdade econômica, a reforma da previdência, a diminuição do déficit da dívida pública. Disse que só não houve mais avanços em função da pandemia, que classificou como “pandemia da China”. Ele fez profundas críticas à condução da crise da saúde pela OMS, afirmando que a organização atuou com viés ideológico, Defendeu a cloroquina, contestada internacionalmente e disse que ele mesmo teve a doença e usou a substância para se curar. “O Bolsonaro apanhou muito, mas hoje o mundo reconhece que nós tínhamos um presidente que ousou a falar que tínhamos que aliar a proteção a vidas, mas também aos empregos”, destacou.

Além do aporte de R$ 1 milhão, a Conab investirá no Acre mais R$ 2,5 milhões que beneficia mais 3 mil famílias.

Gladson

Ao agradecer o empenho do ministro e do governo federal, o governador Gladson Cameli disse que “tudo o que tem sido feito no Acre tem dedo do governo Bolsonaro”.

O governador elogiou ainda a ação da bancada federal que, segundo ele, tem honrado a população do Acre em Brasília.

Um dos pedidos do governador ao ministro foi de que o governo ajude a trazer uma indústria de grande porte para o estado, para gerar empregos. “Em dezembro inauguramos a ponte do rio Madeira que eu digo que é o segundo canal do Panamá. Essa foi a minha grande bandeira de campanha. Com toda essa influência é preciso trazer uma fábrica que queira vir aqui para o Acre gerar emprego e renda. Aqui temos ZPE, área de Livre Comércio. Eu estou disposto a entregar a parte do Estado para inciativa privada desde que gere emprego. Uma se instalando a porta abre para as outras”, disse.

O governador também pediu ao ministro Onyx Lorenzoni que o Are seja o primeiro estado a receber as doses da vacina contra o COVID, que o presidente Bolsonaro anunciou ontem que não será obrigatória.