PF cumpre mandados contra fraudadores do auxílio emergencial

A Polícia Federal realiza nesta manhã do dia 15 em Cruzeiro do Sul a Operação ÓFELOS, cumprindo dois mandados de busca e apreensão, em ação de combate às fraudes ao auxílio emergencial no estado.

As medidas são parte do que a PF chama de Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial (EIAFAE), da qual participam a Polícia Federal, o Ministério Público Federal

(MPF) o Ministério da Cidadania (MCid), a CAIXA, a Receita Federal (RF), a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU), apurando a ocorrência de fraudes massivas e buscando desarticular a atuação de organizações criminosas.

A ação procura identificar pagamentos indevidos e tentativas de cadastramento irregulares. Todos os pagamentos indevidamente realizados são objeto de análise por parte da Polícia Federal e das

demais instituições integrantes da EIAFAE. O grupo que coordena a apuração das fraudes oriente a todos os que requereram e receberam as parcelas não preenchendo os requisitos do Art. 2º da Lei nº 13.982/2020 que realizem a devolução dos valores, sob pena de estarem passíveis de ter sua ação objeto de investigação criminal.

O nome da Operação faz alusão a expressão grega “ÓFELOS”, que significa “benefício” para caracterizar o combate aos fraudadores do auxílio e emergencial.

Durante os trabalhos de hoje, a Polícia Federal conseguiu ainda recuperar uma moto roubada que estava na casa de um dos suspeitos. Ainda hoje a PF fornecerá maiores informações.