Polícia Civil cumpre 23 mandados e prende 14 pessoas durante operação Abunã

Nas primeiras horas desta quinta-feira, 24, a Polícia Civil do Acre, por meio da Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas – Draco, deflagrou a Operação Abunã e cumpriu 23 mandados judiciais, sendo 11 mandados de busca e apreensão e 12 mandados de prisão. As ordens judiciais foram cumpridas nos municípios de Plácido de Castro e Rio Branco e, ainda, em Vila Campinas. Além dos 12 mandados de prisão, duas pessoas foram presas em flagrante delito, sendo uma por tráfico de drogas e outra por posse de arma de fogo, totalizando 14 prisões.

A investigação que durou cerca de cerca de três meses e foi coordenada pelo delegado Odilon Vinhadelli Neto, com participação do delegado Danilo Cesar Regis, titular de Plácido de Castro, e do atual delegado titular da Draco, Pedro Buzolin, apontou indícios de que uma organização criminosa denominada Comando Vermelho estaria atuando nesses municípios, o que levou a polícia a realizar a intervenção e apreender drogas, prendendo os acusados.

Dos 12 mandados de prisão, 9 deles foram cumpridos dentro do complexo penitenciário de Rio Branco. Além desses, foram cumpridos 2 mandados de prisão em Plácido de Castro, 6 buscas e apreensão e 2 mandados de busca e apreensão em Vila Campinas. As demais ordens foram cumpridas em Rio Branco.

Durante a operação foi presa uma liderança de organização criminosa, que possuía mandado de prisão decorrente de uma ação do Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Acre.