Polícia Civil deflagra “Operação Muru”, cumpre onze mandados, apreende droga, dinheiro e prende 5 em Tarauacá e Feijó

Nas primeiras horas desta quarta-feira, 4, a Polícia Civil por meio da Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas (DRACO) com apoio da Coordenação de Operações e Recursos Especiais (CORE) deflagrou a “Operação Muru” e deu cumprimento a 11 mandados de busca e apreensão em vários endereços nos municípios de Tarauacá e Feijó no combate ao trafico de droga e organização criminosa.

A ação policial foi coordenada pelo delegado Pedro Paulo Buzolin com apoio do delegado titular de Tarauacá e Feijó, waldiney Soares. A ação policial contou com efetivo de 50 agentes de policia da capital e dos municípios de Feijó e Tarauacá no uso de 15 viaturas caracterizadas.

O trabalho investigativo teve subsídio suficiente para que a justiça expedisse a ordens judiciais e a Polícia Judiciária lograsse êxito na ação.

Durante o cumprimento das ordens judiciais os agentes apreenderam 2 kg de maconha, material para embalagem do entorpecente, rádios comunicadores, celulares, mais de 4 mil reais em dinheiro, 1 veículo e 5 pessoas foram presas.

De acordo com o coordenador da operação, delegado Pedro Paulo Buzolin, os presos foram conduzidos à delegacia para prestar depoimento.

“Na manha de hoje logramos êxito em prender essas pessoas que tem envolvimento direto com organização criminosa. Retiramos de circulação todos esses ativos criminais que iriam contribuir para o aumento da violência de forma geral”, declarou Buzolin.

O nome da operação “Muru” faz referência a localização geográfica dos dois municípios que são banhados pelo rio do mesmo nome e é afluente do rio Tarauacá.

Ascom/Polícia Civil