Polícia Militar liberta motorista de aplicativo mantido em cárcere privado e evita cometimento de homicídios na capital

Veículo fcou parcialmente destruido. Foto: Divulgação PMAC.

Assessoria de Comunicação da PMAC

Uma ação rápida dos militares do Pelotão de Força Tática, do 1º Batalhão, conseguiu libertar, na noite de terça-feira, 29 de setembro, motorista de aplicativo mantido em cárcere privado. Na ação, que terminou no bairro João Eduardo II, região da baixada da Sobral, duas pessoas foram presas e um adolescente apreendido, além de arma de fogo e munições.

A guarnição foi acionada via CIOSP para atendimento de ocorrência de sequestro e cárcere privado que começou no bairro Aeroporto Velho. Com as características do veículo, a equipe policial iniciou rondas na região e conseguiu visualizar o carro na Rua Men de Sá, onde foi iniciado um acompanhamento, que terminou na Rua Hosana, após o condutor perder o controle do automóvel e bater em uma residência.

No interior do veículo foram encontrados dois homens, um de 20 e outro de 18 anos, além de um adolescente de 16 anos, com uma escopeta, um simulacro – arma de brinquedo, e duas munições, que seriam utilizados para cometimento de homicídio contra membros de organizações criminosas rivais. O motorista do aplicativo se encontrava no porta-malas.

O trio foi preso e apresentado na Delegacia de Flagrantes (Defla) e o veículo, com auxílio do guincho, foi encaminhado ao pátio externo do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).