Preço do arroz deve continuar subindo até março, diz dono de supermercado

Aden Araújo

O preço do arroz vai continuar subindo no Estado pelo menos até meados de março do ano que vem. A declaração é do empresário Aden Araújo, sócio proprietário da rede de supermercados Araújo, em entrevista à TV ontem.

Ele disse que não existe previsão de normalização de estoques e regulamentação no valor do produto e que a tendência aponta para mais reajustes de preços nos próximos meses.

“O preço do arroz deve aumentar, sim, daqui até fevereiro a março do ano que vem devido à escassez do produto no mercado nacional. Tem Estado que não está conseguindo renovar seu estoque para atender sua demanda interna”, disse.

Aden culpa o governo federal pela escassez e preço alto. “Está claro que o Governo Federal se descuidou e não se prevenir em manter em alta os estoques de produtos da Conab (Companha Nacional de Abastecimento) para oferecer ao mercado consumidor no momento de necessidade, como esse que estamos vivendo hoje. Agora a gente vai ter que comprar o produto de fornecedores estrangeiros a preços três vezes maiores aos praticados aqui. Esse ciclo será repassado ao consumidor final, certamente. Por isso alerto que o preço do arroz no Acre deve continuar subindo até o início da colheita da próxima safra”, afirmou.

Em Rio Branco, o preço do pacote de cinco quilos de arroz pode ser encontrado até por R$ 46,00. A previsão é que suba ainda mais. O Procon deve limitar a compra do produto a dois sacos de cinco quilos por consumidor.