Prefeitura de Rio Branco orienta lojistas sobre protocolo de reabertura

Já no primeiro dia de flexibilização para o comércio varejista, permitida no nível laranja de classificação do Pacto Acre sem Covid, a equipe da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou um cronograma de visitas às lojas com o objetivo de orientar sobre os protocolos e os critérios de funcionamento estabelecidos nos Decretos Municipais 488 e 489, publicados nesta terça-feira (21).

Começando pelo Via Verde Shopping, a equipe da Vigilância Sanitária pôde constatar o cumprimento de várias medidas, principalmente as de higienização e distanciamento recomendadas pelas autoridades sanitárias para evitar a proliferação do novo coronavírus.

“Eles se prepararam de acordo com o dialogado nas rodadas de aproximação e construção conjunta dos protocolos que a Prefeitura de Rio Branco realizou com os diversos segmentos da nossa economia para preparação do reinício das atividades. Começamos bem, contando com a consciência do lojista e do comércio em geral de serem também agentes ativos na divulgação dessas informações e na proteção das pessoas”, avaliou o médico Osvaldo Leal, coordenador do Comitê Municipal de Enfrentamento ao Coronavírus.

O superintendente do Shopping, Rômulo Rocha, reconheceu a importância do trabalho realizado e a necessidade dos cuidados para que Rio Branco avance para a próxima fase. “Para todos nós do varejo estruturado é um passo muito importante para que possamos voltar a algum tipo de normalidade. Nós entendemos que a doença não passou e precisamos do compromisso dos lojistas e dos clientes para que tomemos cuidado com esse protocolo que implementamos e essa parceria com a Prefeitura tem sido excelente porque a gente não consegue fazer nada sozinho, então essa visita é produtiva e pertinente”, disse.

Assim, atendendo as regras básicas que valem para todos os estabelecimentos que podem voltar a funcionar nesta fase, o Shopping reabriu com 30% da capacidade total de público para evitar a aglomeração de pessoas, disponibilizou álcool para higienização das mãos na entrada, afixou sinalização dos limites de distanciamento nas áreas de circulação e nos banheiros, além de instalar lixeiras específicas para o descarte de máscaras e identificar nas portas das lojas a capacidade de pessoas em seu interior. Das 108 atividades existentes somente 78 podem operar, mas somente 39 abriram nesta terça-feira (21).

Já na Galeria Meta, o segundo local visitado pela equipe, as entradas principais continuavam fechadas e os lojistas se preparando para a rebertura nesta quarta-feira (22).

Também continua permitido e foi regulamentado pelo Decreto Municipal 489, o sistema de delivery e drive thru para o comércio de alimentos que ainda não está autorizado a abrir as portas ao público.

As visitas de orientação da equipe da Prefeitura de Rio Branco irão ocorrer nos principais bairros da cidade onde estão concentrados os estabelecimentos que podem voltar a funcionar, tais como salões de beleza, lojas de calçados, lojas de roupas, lojas de móveis entre outras lojas de rua em geral.

“Vamos fazer como uma amostragem onde as atividades comerciais foram liberadas na faixa laranja e que se não estiverem em funcionamento de acordo com os protocolos podem colocar as demais em risco. Então vamos fazer a abordagem orientativa de Vigilância Sanitária, a entrega do protocolo para que haja o controle desse risco de contaminação, que é o reinício da atividade segura”, detalhou o coordenador Municipal de Vigilância em Saúde, Félix Araújo.