Prefeitura vai iniciar terceira etapa da obra de recuperação

Na próxima semana, a Prefeitura de Rio Branco vai iniciar a terceira e última etapa da obra de reforma e ampliação do Mercado do Bosque. Desta vez, a obra será na parte externa, no corredor que liga a Avenida Nações Unidas à Rua Coronel Alexandrino, onde ficam lanchonetes, restaurantes, uma ótica e outros empreendimentos. No local, será construída uma cobertura e todo o piso será refeito, bem como as instalações elétricas e hidráulicas. A exemplo das outras duas fases, no teto serão utilizadas as telhas termo acústicas, que garantem maior conforto térmico para os permissionários e usuários.

Neste sábado, 7, o prefeito Marcus Alexandre esteve no Mercado onde conversou com permissionários sobre o trabalho que será realizado nesta etapa da reforma. “Será quase uma reconstrução. Viemos hoje, sábado, para tratar com os comerciantes sobre alternativas de espaço para eles ficarem enquanto a obra estiver em andamento”, explicou o prefeito.

Ficou acertado entre o prefeito e os 23 permissionários que eles irão ocupar os boxes da Galeria Mattos, recém inaugurada ao lado do Mercado, até que possam retornar aos seus espaços já reformados. Saulo Negreiros, um dos mais antigos permissionários do local, há 20 anos no Mercado, diz que “todos estavam ansiosos por esta reforma. Nossos box serão ampliados pela Prefeitura e depois eu vou investir na melhoria do meu espaço para garantir um atendimento cada vez melhor para os clientes. Só temos a gradecer ao prefeito por essa obra”.

Etapas anteriores

No dia 23 de dezembro, a segunda etapa da obra de reforma do Mercado do Bosque, que conta com oito lojas, foi entregue pelo prefeito Marcus Alexandre aos permissionários. A nova estrutura, segue o mesmo padrão de arquitetura da primeira fase, inaugurada em maio de 2016.

As oito lojas abrigam armarinhos, salões de beleza, pensões e lanchonetes. No local também há uma ligação interna com o Mercado do Bosque e a Galeria Mattos, que dá acesso para a Avenida Nações Unidas.

Mercado é um espaço tradicional da cidade

O Mercado do Bosque começou a funcionar em 1966 e foi o primeiro a ser instalado no 1º Distrito, fora de sua área central. É o tradicional local onde os riobranquenses se encontram para degustar pratos regionais como a famosa baixaria, que leva cuscuz com ovos, carne moída e verdura, além do mingau de banana e de farinha de tapioca.

A reforma e ampliação da primeira etapa incluiu fachadas novas, um moderno padrão de comunicação visual, piso de granilite para atender as normas de acessibilidade, adequação das 16 cafezeiras com bancada em granito e pia em aço inoxidável para cada box, pintura, forro, iluminação, hidráulica e esquadrias, troca da estrutura e telha de toda cobertura, praça de alimentação com mesas em madeira, banheiros com acessibilidade, novo sistema de iluminação, instalações elétrica e hidro sanitária de todo mercado e paisagismo.

Na primeira etapa foram contemplados 42 permissionários, que agora podem vender seus produtos, como quibe, baixaria, mingau, tapioca e muitas outras iguarias que fazem parte da nossa cultura com muito mais conforto, higiene e novo visual neste tradicional mercado e ponto de encontro de amigos na madrugada.